XXVI Expofacic apresentada oficialmente

O inglês John Newman e o brasileiro Seu Jorge são os cabeças de cartaz da XXVI Expofacic, que foi apresentada oficialmente no dia 4 de Abril, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Cantanhede.

Com um orçamento a rondar 1,45 milhões de euros, o certame vai ter em 2016 uma área de exposição de 95 mil metros quadrados (mais dois mil que em 2015) para acomodar 500 expositores de equipamento agrícola, industrial, mobiliário e serviços, e ainda espaços de gastronomia e de cultura e diversas mostras, algumas delas inéditas.

Pela primeira vez, a feira-festa vai contar com a presença de expositores estrangeiros, oriundos da Espanha e da Alemanha, situação que é encarada “como o primeiro passo na internacionalização do certame”, segundo Patrocínio Alves, presidente do conselho de administração da Inova, entidade que assume a gestão da feira.

Ao longo dos 11 dias do certame, que este ano começa ligeiramente mais tarde do que é habitual de maneira a “acolher” os emigrantes que regressam a Portugal em Agosto, vão decorrer em permanência exposições de plantas ornamentais, peixes e animais exóticos, e uma mostra de Galos de Barcelos, organizada em conjunto com a autarquia minhota.

Outra das grandes novidades é a exposição “O Mundo dos Dinossauros”, que, numa área de 1.500 m2, terá, para além de fósseis, ovos, garras e dentes, 26 réplicas em tamanho real de dinossauros.

O relvado ganha também um novo espaço: uma tenda dedicada a 24 jogos tradicionais, onde miúdos e graúdos poderão divertir-se com o jogo da malha, a macaca, o pião, entre outros.

Repetir os êxitos

Para além destas novidades, a comissão organizadora da Expofacic 2016 vai dar continuidade a algumas das inovações introduzidas no ano anterior.

Desta forma, continuará em vigor o Expofacic Bus, com cinco linhas de autocarro disponíveis (Coimbra, Figueira da Foz/Tocha, Aveiro, Praia de Mira, Águeda e Cantanhede). O bilhete custará 1,20 euros, com partidas marcadas para as 19h00, 20h00 e 21h00 e regresso às 01h45, 03h00 e 05h00.

Também de regresso estará o campismo ocasional. Situado no Campo Escola Fonte de D. Pedro, o espaço tem capacidade para receber 500 pessoas.

Outra das apostas da comissão organizadora será no âmbito das novas tecnologias. Deste modo, haverá Internet gratuita em toda a área do certame, vários painéis interativos, uma televisão interna que poderá ser também seguida “online” e uma aplicação para IOS e Android que permitirá, entre outras funcionalidades, comprar ingressos, seguir o programa do certame e gerir o estacionamento automóvel nos 16 parques gratuitos.

No que diz respeito ao cartaz de animação, já estão confirmados todos os nomes que subirão ao palco. Aos já habituais Xutos e Pontapés, Tony Carreira, Pedro Abrunhosa e Rui Veloso, juntam-se vários artistas de renome, nacional e internacional.

“São nomes que enchem a casa e em equipa que ganha não se mexe”, resume João Moura, presidente da CM de Cantanhede e presidente da Comissão Organizadora da Expofacic, adiantando que no certame “há sempre espaço para a inovação”, razão pela qual este ano foram ainda contratados, entre outros, o inglês John Newman, os brasileiros Seu Jorge e Gabriel o Pensador, e os portugueses HMB, Boss AC e Orelha Negra, para além de vários DJ’s da Rádio Comercial, que vão assegurar a animação no palco Sagres.

Na noite de 6 de Agosto, data em que sobe ao palco António Zambujo e Miguel Araújo, o destaque vai também para a Noite Branca, onde serão vendidas, por todo o recinto, t-shirts brancas cujo lucro reverterá a favor dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede. Embora a iniciativa tenha acontecido já em 2015, este ano a Comissão Organizadora quer tornar a “noite ainda mais branca”.

“Para tal vamos ter cerca de 10 mil balões brancos, 800 metros de manga branca insuflada”, entre outros elementos de decoração desta cor. Para além disso, irão estar no recinto vários grupos de animação também vestidos a rigor.

“Temos um bom cartaz, uma feira repleta de expositores, muitas inovações, muita vontade de trabalhar. Juntos, vamos fazer um grande certame”, resumiu Patrocínio Alves.

Já João Moura frisou que o mais importante é solidificar o sucesso da feira-festa. “Temos vindo a trabalhar para consolidar a Expofacic como o maior certame do género no país”, resumiu o presidente da Câmara Municipal de Cantanhede.