Vagos: Polícia Judiciária deteve homem suspeito do crime de abuso sexual de crianças

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, identificou e deteve um homem, operário fabril, suspeito de ter abusado sexualmente de duas crianças, respectivamente filha e neta da sua companheira, uma com 11 anos de idade e outra com 12.

Os factos criminosos ocorreram em Vagos, apontando os indícios, até ao momento colhidos pela investigação, que os abusos sexuais começaram em finais de 2015, tendo agora sido conhecidos e denunciados pelo estabelecimento de ensino que as vítimas frequentam.

De acordo com um comunicado da PJ, “o arguido aproveitava o recato da casa onde habitavam e valia-se da sua ascendência sobre as menores, não o coibindo, em algumas ocasiões, a presença em casa de outros membros do agregado familiar”.

O detido, com 40 anos de idade, foi presente às Autoridades Judiciárias competentes para interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coacção de proibição de contactos com as vítimas e de apresentações trissemanais no posto policial da área de residência.