Unidade de Mira da Pescanova vai ser vendida

A administração da Nova Pescanova, constituída em 2015, decidiu vender a fábrica de Mira, em Portugal.

De acordo com o jornal espanhol “La Opinion de La Coruña”, citado pelo Jornal de Notícias, as negociações para a venda já foram iniciadas, esperando os responsáveis da empresa que o processo esteja terminado no espaço de um ano.

O objectivo é vender o complexo industrial de Mira, de produção de pregado em regime intensivo, uma intenção que já não é nova e que sempre esteve em cima da mesa no complicado processo de reestruturação da empresa espanhola.

O mesmo jornal galego refere ainda que a unidade deveria produzir 7 mil toneladas por ano, mas que mal chegou às 3 mil, o que representa apenas 0,5% da faturação do grupo.

Recorde-se que a unidade de Mira foi inaugurada em 2009, num investimento de 100 milhões de euros, mas acabou por ser apanhada no processo de reestruturação da empresa espanhola, assolada por dívidas.