Um abrigo de carinho

São Francisco de Assis dizia que “todas as coisas da criação são filhos do Pai e irmãos do homem. Deus quer que ajudemos os animais, se necessitam de ajuda. Todas as criaturas em desgraça têm o mesmo direito a ser protegidas”. O santo, que é padroeiro dos animais, era um amante da natureza e um defensor da igualdade de espécies e é por isso que, desde 1931, o Dia Mundial do Animal se celebra no seu dia, 4 de Outubro.

Neste dia, a vida animal, em todas as suas formas, é celebrada e o AuriNegra não podia deixar de se juntar à iniciativa. Não esquecendo as outras milhares de espécies animais que existem por todo o Mundo, nesta edição voltamos a falar de uma realidade bem concreta e especialmente preocupante – o abandono de cães, mas também o trabalho positivo realizado pela “Abrigo de Carinho – Associação dos Amigos dos Animais do Concelho de Mira”, de modo a tentar contrariar este flagelo.

Oficialmente constituída em Janeiro de 2012, a “Abrigo de Carinho” partiu do amor que um grupo de amigas do concelho de Mira tem pelos animais, e neste caso concreto, pelos cães.

O objectivo da associação é recolher (e acolher) cães abandonados ou perdidos, dando-lhes um local para dormir, alimentação, cuidados veterinários, quando necessitam, e, claro, carinho, muito carinho, até encontrarem uma família que lhes dê o devido valor.

Neste momento, dão abrigo a cerca de 115 “patudinhos”, refere Fabiana, uma das mentoras da associação, a par de Manuela e Luísa. Porém, como explica ao AuriNegra, “este número oscila com muita regularidade, uma vez que quase todos os dias recebemos novos pedidos de ajuda ou nos são entregues animais. Depois, há semanas em que até temos algumas adopções e outras em que isso não acontece”.

O espaço, localizado na Praia de Mira, já está no seu limite de ocupação e no Verão a situação agrava-se, refere Fabiana: “De Junho até agora entraram no abrigo 48 patudinhos. O Verão é uma época muito complicada. Contudo, entramos agora numa época não menos propícia a abandonos e animais perdidos: a época de caça”.

A vontade de ajudar e salvar estes animais é o que move todos quantos integram este projecto. O maior sonho seria construir um novo abrigo, um local onde os seus “patudinhos”, como carinhosamente apelidam os cães à sua guarda, pudessem ter melhores condições. Porém, e enquanto isso não acontece, a associação “não baixa os braços” e, com os sócios e voluntários que apoiam a causa, fazem o máximo que conseguem para dar uma boa vida a estes “amigos de quatro patas” que esperam por um novo dono.

Pela defesa dos indefesos

Para manter os animais e continuar o trabalho que tem vindo a desenvolver ao longo destes três anos de actividade, a “Abrigo de Carinho” necessita da ajuda de todos. Ração, mantas (não necessitam de ser novas), desparasitantes (internos e externos), materiais para a manutenção do abrigo (rede, madeiras) e produtos de limpeza são alguns dos exemplos de coisas que nunca estão a mais no abrigo e que qualquer pessoa pode entregar na associação de forma a torna mais agradável e o mais feliz possível a vida destes “patudinhos”.

O trabalho voluntário é outra das necessidades urgentes. “De momento temos cerca de 20 voluntários que participam mais activamente nas tarefas e actividades da associação, quer seja na limpeza do abrigo, no cuidar dos nossos animais e nas visitas ao veterinário, quer seja na parte administrativa e na organização de eventos”, refere Fabiana, acrescentando, contudo, “que este número é insuficiente para o crescente aumento de animais que vamos acolhendo”.

Ainda assim, são várias as formas de ajudar a “Abrigo de Carinho – Associação dos Amigos dos Animais do Concelho de Mira”. Para além dos donativos (ração, mantas, etc.), há a possibilidade de se tornar sócio, através do pagamento de 12 euros por ano. Outra das opções é apadrinhar um dos animais, ajudando na alimentação ou nas despesas veterinárias do seu afilhado ou visitando o “patudinho”, que certamente retribuirá o carinho com algumas lambidelas.

“Temos ainda várias modalidades de apadrinhamento, como o kit spa (banho ou tosquia), o kit de desparasitação e até o kit de castração/esterilização”, explica Fabiana.

Para além disso, pode sempre acolher um dos animais em sua casa, tornando-se FAT (Família de Acolhimento Temporário) e colaborar nas várias actividades que vão sendo desenvolvidas pela associação, como as “Cãominhadas” e as campanhas de recolha de alimentos.

A próxima é já nos dias 10 e 11 de Outubro, no supermercado Continente, em Cantanhede. Quem por lá passar nestes dois dias vai encontrar voluntários da “Abrigo de Carinho” a quem poderá entregar ração mas também detergentes e mantinhas. Os “patudinhos” agradecem.

Abrigo de Carinho – Associação dos Amigos dos Animais do Concelho de Mira

914 291 575 / 919 251 624 / 966 754 275

abrigo_de_carinho@hotmail.com

https://www.facebook.com/amigosanimaismira

IBAN: PT50004534404025069218288

Autor: Redacção (Carolina Leitão)