Turismo do Centro apresenta novo site na BTL

A Turismo do Centro vai apresentar na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) um novo ‘website’ focado nos produtos turísticos das oito comunidades intermunicipais da região.

De acordo com Pedro Machado, presidente desta entidade regional que estará representada na BTL a partir de hoje (quarta-feira, 15 de Março) e até domingo, “será um ‘site’ mais dinâmico, mais contemporâneo, mais fácil de consultar e com mais informação trabalhada ao nível de todo o território”

O stand da TC, que é maior do que o da edição de 2016, irá ter espaços definidos para as oito comunidades intermunicipais que agrupam os cem municípios que fazem da Turismo do Centro a maior região turística nacional.

O responsável pela Turismo Centro define o stand como sendo “maior, mais abrangente, mais identitário dos territórios, menos da marca e mais da ligação ao território e aos produtos turísticos integrados, o que faz parte da estratégia no âmbito do programa Centro 2020”.

“O foco deste ano da Turismo Centro de Portugal vai fundamentalmente para a dimensão dos territórios, muito em particularmente associados ao património, à cultura e ao turismo de natureza”, resume Pedro Machado, acrescentando que ao longo dos cinco dias da feira todas as comunidades intermunicipais vão ter a oportunidade de apresentar os seus melhores produtos. A Turismo do Centro vai aproveitar ainda a presença na BTL para apresentar alguns projectos em execução, como o “Mapa Transfronteiriço Centro de Portugal e Estremadura”, que pretende promover alguns dos principais recursos turísticos de ambos os territórios, em particular o Turismo Cultural (Património Mundial da UNESCO), o Turismo Activo e de Natureza e Gastronomia e Vinhos.

Durante o certame serão ainda disponibilizados versões actualizadas dos guias das oito comunidades intermunicipais que formam a entidade regional e será apresentada publicamente a candidatura do “Deserto dos Carmelitas Descalços e Conjunto Edificado do Palace do Bussaco” à classificação de Património Mundial da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), marcada para esta quinta-feira, às 14h30.