Triunvirato Filarmónico celebrou a música no Pavilhão Multiusos de Febres

Foi um ambiente de celebração da música aquele que se viveu na noite de 14 de Outubro, no Pavilhão Multiusos de Febres, onde várias centenas de pessoas marcaram presença no Triunvirato Filarmónico.
Promovido pela Câmara Municipal de Cantanhede, em parceria com a Junta de Freguesia de Febres e a Gira Sol – Associação de Desenvolvimento de Febres, este evento com contornos inéditos consistiu na actuação conjunta da Phylarmonica Ançanense, da Filarmónica de Covões e da Associação Musical da Pocariça, num total de mais de 130 músicos que interpretaram um variado repertório sob a direcção partilhada dos respectivos maestros, respectivamente Rui Lúcio, Fausto Moreira e António Brito.
Presente no concerto esteve a presidente da Câmara Municipal, Helena Teodósio, naquele que foi o seu primeiro ato público depois da sua tomada de posse, no dia anterior. Confessando “uma intensa ligação emocional ao universo das filarmónicas, um universo que marcou o meu ambiente familiar desde a infância”, a autarca enfatizou“o alcance cultural deste intercâmbio entre entidades que partilham uma causa comum que temos o dever de reconhecer e valorizar”.
A líder do executivo camarário congratulou-se com “as excelentes condições que o Pavilhão Multiusos de Febres proporciona para a realização deste género de eventos” e lembrou que a aposta da Câmara Municipal ao organizar o Triunvirato Filarmónico visa “dar expressão pública aos benefícios da atividade que a Phylarmonica Ançanense, a Filarmónica de Covões e a Associação Musical da Pocariça desenvolvem. Trata-se de uma atividade a todos os títulos meritória, quer na formação de sucessivas gerações de jovens instrumentistas ao longo de mais de 100 anos, quer na divulgação da música de raiz erudita junto de diferentes públicos”.
Para a presidente da Câmara Municipal “o gosto e o interesse pela música está enraizado nas nossas comunidades e isso deve-se, indiscutivelmente, às bandas filarmónicas, cuja ação cultural vai continuar a ter o apoio devido por parte do Município”.
O programa do Triunvirato Filarmónico contemplou a interpretação de composições orquestrais de vários compositores e terminou com o Hino de Cantanhede, da autoria do Capitão Amílcar Morais e letra de Maria de Lurdes Alves dos Santos.
Além da presidente da Câmara Municipal, assistiram ao espectáculo o presidente da Assembleia Municipal, João Pais de Moura, os vereadores Pedro Cardoso, Adérito Machado, Célia Simões e Gonçalo Magalhães, bem como o presidente da Junta de Freguesia de Febres, Carlos Alves, o presidente da Gira Sol, Vítor Catarino, e os presidentes da Phylarmonica Ançanense, da Filarmónica de Covões e da Associação Musical da Pocariça, respectivamente Helena Baptista, Belmiro Seabra e António Leitão.
O Triunvirato Filarmónico dá sequência às várias edições do encontro de bandas organizadas pela Câmara Municipal em anos anteriores. Embora o objectivo dos dois eventos seja o mesmo, o novo formato com a interpretação conjunta da totalidade do programa acentua o espírito de intercâmbio entre as instituições intervenientes, além de levantar maiores exigências técnicas e artísticas.