Tributo a Angelino Ferrão em Arazede e Alhadas

O maestro Angelino Gomes Ferrão vai ser homenageado no próximo dia 30 de Outubro, em Arazede (Montemor-o-Velho), e dia 6 de Novembro, em Alhadas (Figueira da Foz), localidades escolhidas por serem as duas onde o maestro mais tempo passou. Com início marcado para as 16h00, ambos os espectáculos integram as comemorações do 15.º aniversário do “Sax & Companhia” e prometem surpreender o público.

Intitulado “Tributo a Angelino Ferrão”, esta homenagem contempla dois espectáculos de música e dança e duas exposições onde estará patente parte da sua obra, nomeadamente, desenhos, caricaturas, capas e manuscritos de partituras.

A diversidade artística de Angelino Ferrão é tal que, aliada ao facto de os exemplares não estarem devidamente organizados e se terem dispersado ao longo dos tempos, tornou-se necessária uma pesquisa intensiva que reconstituísse a sua obra, facilitando-lhe o acesso ao público em geral.

Durante mais de um ano, foi feita pesquisa em diversas Bibliotecas e Arquivos Municipais do Distrito de Coimbra, Sociedade Portuguesa de Autores, Biblioteca Nacional e ainda em casa de alguns descendentes de músicos que integraram projectos dirigidos por Angelino Ferrão de outros tempos, como é o caso das orquestras “Academia” (1930) e “Betty Boop” (1931) e dos ranchos folclóricos de Cantanhede e Alhadas (1937).

Paralelamente a este tributo, a organização está empenhada na divulgação online de parte da obra de Angelino Ferrão, nomeadamente, na plataforma wikipédia e rede social facebook.

Trata-se de uma coprodução do “Sax & Companhia” e de uma comissão dinamizadora criada para o efeito e constituída por filhos, amigos e músicos que conviveram com o maestro homenageado, tendo o apoio da Academia Musical Arazedense (AMA), da Sociedade Boa União Alhadense (SBUA), das Juntas de Freguesia de Alhadas e Arazede e do Município de Montemor-o-Velho.

O “Tributo a Angelino Ferrão” tem direcção musical de Bruno Abrunheiro e conta com a participação do Rancho “Os Esticadinhos” de Cantanhede, Grupo de Cantares da Sociedade Boa União Alhadense (SBUA), Tocata do Rancho 1º de Maio da SBUA, do Ensemble Saxofones de Arazede (AMA) e de diversos músicos simpatizantes.

Baseado num vídeo que aborda a vida e obra de Angelino Ferrão, desconhecida de grande parte do seu público, este tributo prossegue com as mais diversas músicas da sua autoria, num enredo estilístico riquíssimo do qual se destacam o Samba e Bossa-Nova, o Tango, Bolero e o Passodoble, passando ainda pelo Fado Canção, Vira e trechos de Operetas.

One thought on “Tributo a Angelino Ferrão em Arazede e Alhadas

Comments are closed.