Taça AFC: Febres derrota Góis por 4-2 e passa à meia-final

O Febres recebeu o Góis numa partida a contar para os quartos-de-final da Taça da Associação de Futebol de Coimbra. Numa tarde tempestuosa e de muito frio, foram cerca de 100 os adeptos que saíram de casa e mostraram que juntos, no Dia dos Namorados, era possível alcançar, pelo terceiro ano consecutivo, a presença na meia-final desta competição.

Com um campo em péssimas condições, os treinadores tiveram de encontrar soluções e adaptar as suas estratégias às condicionantes do relvado.

O Febres entrou forte e determinado em alcançar a passagem à eliminatória seguinte. Luís Rodrigues começou por criar o primeiro lance de perigo com um remate cruzado. Mais tarde é Silva que não consegue vencer o duelo com o guarda-redes visitante. O estado do tempo agravou-se, até que perto dos 20 minutos, o árbitro interrompeu a partida devido ao granizo e ventos fortes.

A partida foi retomada 15 minutos depois. No entanto, a paragem não fez bem aos jogadores da casa, que reapareceram algo desconcentrados e passivos, até que o Góis, contra a corrente do jogo, conseguiu adiantar-se no marcador, aproveitando um desentendimento entre o guarda-redes João Cruz com a sua defesa.

A tarefa tornou-se mais complicada para a equipa da casa, com o estado do relvado a impossibilitar um futebol rápido e de bola corrida. As bolas paradas eram importantes para contrariar todas estas adversidades. E foi assim que Nunito, aos 39 minutos, deu a melhor resposta a um canto executado por Guiné. Entrada forte ao primeiro poste com um cabeceamento exemplar do centro campista, a fazer a igualdade.

A segunda parte começou com um Febres determinado e motivado. O eterno capitão Silva em apenas 3 minutos abriu as portas das meias-finais. Aos 52’, depois de várias carambolas na área, conseguiu uma finalização oportuna, mostrando o seu instinto de goleador. Imediatamente depois, aos 55’, ainda os adeptos festejavam nas bancadas, bisou na partida. E aos 68’ presenteou os corajosos adeptos com uma trivela perfeita, fazendo o terceiro golo. Um regresso fantástico de Silva, marcando golos consecutivos nos últimos dois jogos que disputou.

Até ao final da partida, os jogadores privilegiaram as bolas longas e pelo ar. A 7 minutos do fim o Góis conseguiu reduzir a desvantagem, estabelecendo o resultado final em 4-2.

Esta foi uma vitória muito importante para os aurinegros que, mais uma vez, conseguem atingir as meias-finais da Taça, procurando repetir o sucesso da época 2013-2014, em que foram os vencedores do troféu. O jogo das meias-finais realiza-se em Febres no dia 25 de Março (Sexta-Feira Santa), com os locais a receberem a formação de Vinha da Rainha.

Crónica de autoria: Julien dos Prazeres