Serviço Educativo do Museu Municipal de Coimbra para todos os públicos

Com o objectivo de corresponder às necessidades e procura culturais da maior diversidade possível de públicos, a Câmara Municipal de Coimbra proporciona, no âmbito do Serviço Educativo integrado no projecto museológico municipal, uma série de actividades dirigidas a todas as faixas etárias.

Além da interpretação dos conteúdos permanentes existentes nos núcleos museológicos do Edifício Chiado (Coleção de Arte Telo de Morais) e nos núcleos interpretativos da Torre de Almedina (Cidade Muralhada) e da Torre de Anto (Guitarra e Fado de Coimbra), o Serviço Educativo explora, também, as exposições de carácter temporário patentes naqueles espaços municipais, na Galeria Almedina e na Sala da Cidade.

Os temas dos diferentes conteúdos museológicos servem de inspiração à definição de um conjunto de visitas acompanhadas (dirigidas a grupos de 3.º Ciclo, Ensino Secundário, Superior, público geral e sénior) ou de oficinas de interpretação das exposições, dirigidas a um público abrangente, do infanto-juvenil ao sénior (instituições de ensino de nível Pré-escolar, 1.º Ciclo, Secundário e Superior e público em geral e sénior, grupos organizados), com um mínimo de 5 e um máximo de 25 pessoas.

A oferta permanente do Serviço Educativo passa, ainda, por uma série de percursos pedonais, que abarcam temas como “Coimbra, o arrabalde medieval”, “Passeios pela Baixinha”, “Registos de azulejos de Coimbra que ainda sobrevivem”, “Cataventos da Baixa de Coimbra” e “Do Chiado à Praça Velha”. Dirigem-se a alunos do 3.º Ciclo e dos ensinos Secundário e Superior, bem como ao público geral e sénior.

Relativamente às visitas acompanhadas, os temas da Coleção Telo de Morais incidem sobre os núcleos da Cerâmica Chinesa, do Mobiliário e Arte Sacra, e da Pintura Portuguesa. A visita ao Núcleo da Cidade Muralhada pretende, através da reconstituição da estrutura defensiva da cidade, dar a conhecer a história e o espaço urbano de Coimbra medieval. Centrada na máxima expressão cultural coimbrã, ex-libris de Coimbra, a visita ao Núcleo da Guitarra e do Fado de Coimbra define um percurso cronológico que acompanha os momentos mais relevantes do Canto e da Guitarra de Coimbra, ao longo de várias gerações.

A exposição “Coimbra, 1516: o Foral Manuelino”, patente na Torre de Almedina e, em simultâneo, no Arquivo Histórico Municipal (na Casa Municipal da Cultura), até 28 de Outubro do ano em curso, serve de pretexto para uma visita que contextualiza o aparecimento do Foral Manuelino e caracteriza a cidade na época manuelina. É dirigida a público escolar (desde o 3.º Ciclo até ao ensino superior) e ao público geral e sénior. Associadas à exposição estão disponíveis as oficinas “Oferece o teu foral à cidade!” e “Iluminura-te!”, que visam atingir, respectivamente, o público pré-escolar e grupos de alunos do 1.º e 2.º Ciclos.

Patente até ao dia 25 de Fevereiro, na Sala da Cidade, está a exposição “David Carvalho: Coimbra ao seu tempo”, que convida o público a visitar uma mostra fotográfica que revela as transformações urbanísticas da cidade e do seu quotidiano, onde aparecem registadas algumas figuras carismáticas, precioso contributo para a preservação da memória imagética de Coimbra, nas décadas de 40 a 60 do século XX.

Relativamente às oficinas afetas à actividade anual do Edifício Chiado, está disponível, para crianças dos 3 aos 5 anos e do 1.º, 2.º Ciclos e ATL´s, a oficina “Criador de cenários! Explora a Colecção Telo de Morais através de 6 sessões de trabalho”. Na Torre de Almedina decorrem as seguintes actividades anuais interpretativas: “As formas das torres!” e “Tipalhada!!!”, que incidem sobre o Núcleo da Cidade Muralhada, respectivamente, para o público pré-escolar e para grupos do 1.º e do 2.º Ciclo. As iniciativas de caráter regular, levadas a cabo na Torre de Anto, que possibilitam explorar o Núcleo da Guitarra e do Fado de Coimbra, designam-se “Era uma vez um barbeiro que tocava guitarra!” (para crianças dos 3 aos 5 anos) e “Mas que música é esta?!” (para grupos em idade escolar de 1.º e 2.º Ciclos do E.B. e ATL’s).

As iniciativas no âmbito do Serviço Educativo estão disponíveis durante todo o ano ou são programadas em associação com comemorações de efemérides relevantes. É o caso da actividade temática prevista para o próximo dia 14 de Fevereiro tendo em vista comemorar o Dia de S. Valentim, através de oficinas dedicadas à amizade e ao amor. No Edifício Chiado haverá a oficina intitulada “Dia dos Amigos – os três amigos de inverno”, dirigida a crianças em idade pré-escolar e que frequentem os 1.º e 2.º ciclos do Ensino Básico; na Torre de Almedina a oficina “Amores escondidos!” está disponível a crianças do ensino Pré-escolar e do 1º Ciclo.

Todas as actividades levadas a cabo no âmbito do Serviço Educativo estão sujeitas a marcação prévia, através dos números de telefone nº 239 840 754 (para acções que decorram no Edifício Chiado, Sala da Cidade, Torre de Anto e percursos pedonais) e 239 833 771 (para iniciativas que decorram na Torre de Almedina) ou via e-mail museu.municipal@cm-coimbra.pt. A concretização das actividades, disponíveis de terça a sexta-feira, implica, pelo menos, 5 pessoas inscritas e um máximo de 25 participantes.

Horários e ingressos

Edifício Chiado: Terça a sexta (das 10h00 às 18h00); sábados e domingos (das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00). Geral: 1,80 euros; Estudantes e >60 anos: 1,20 euros.

Torre de Almedina: Terça a sábado (das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00). Geral: 1,80 euros; Estudantes e >60 anos: 1,20 euros.

Torre de Anto: Terça a domingo (das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00). Entrada gratuita.

Sala da Cidade: Terça a sábado (das 13h00 às 18h30). Entrada gratuita.

Galeria Almedina: Terça a sexta (das 10h00 às 18h00); sábados e domingos (das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00). Entrada gratuita.