Saneamento no Município de Cantanhede vai passar de 97% para 99% de taxa de cobertura

A INOVA-EM vai aumentar a taxa de cobertura de saneamento do Município de Cantanhede para 99%, através de uma empreitada que está já em fase de concurso e cuja execução deverá ser iniciada dentro de dois meses.

Actualmente com 97% da população do concelho servida pelo sistema de recolha e tratamento de efluentes, na sequência de investimentos superiores a 20 milhões de euros, a empresa municipal vai agora estender a rede de drenagem a franjas habitacionais dispersas. Os trabalhos a realizar para o efeito têm um custo estimado de cerca de um milhão de euros, montante que será comparticipado em 85% pelo quadro comunitário de apoio Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

Com este investimento, a INOVA-EM vai instalar saneamento em cinco aglomerados urbanos (Coutada, Azenha, Recachos, Corgo Encheiro e Porto Sobreiro), bem como em arruamentos que a recente revisão do PDM veio considerar como urbanos, além de outros em que se justifica a colocação de colectores.

Trata-se da instalação de condutas numa extensão total de aproximadamente 12.500 metros lineares e duas estações elevatórias em troços específicos da rede a executar nos termos dos projectos elaborados pela empresa municipal, a partir de estudos sobre as melhores soluções a adoptar para as condições de realização das obras nas zonas previstas.

Na generalidade dos arruamentos urbanos, as condutas serão instaladas no eixo da via pública, enquanto nas vias de circulação mais amplas e nas novas urbanizações com ruas de grande largura e amplos espaços livres e passeios, admite-se a implantação fora das faixas de rodagem, mas respeitando sempre a distância mínima de um metro em relação aos limites das propriedades.

Relativamente às travessias de linhas de água em que haja necessidade de instalar coletores imediatamente abaixo do terreno, está prevista a aplicação de colectores em ferro fundido dúctil, de acordo com as normas instituídas. Por outro lado, existem alguns troços que, em função das características do terreno, serão executados com recurso a perfuração horizontal dirigida, técnica inovadora que consiste na instalação de tubagem sem abertura de vala, garantindo as pendentes com rigor.

Além de beneficiar de financiamento comunitário para as obras destinadas a aumentar a taxa de cobertura de saneamento de 97% para 99% no concelho de Cantanhede, a INOVA-EM viu aprovadas pelo POSEUR mais duas candidaturas no valor elegível de 525.892 euros e comparticipação de 447.008 euros. Neste caso, o investimento destina-se a equipamentos tendentes a aumentar a quantidade e qualidade da reciclagem multimaterial, contemplando ainda acções de sensibilização e educação ambiental para a prevenção e redução da produção de resíduos e preparação para a reutilização e reciclagem.