Sandra Semedo, da APCC, conquista ouro para Portugal

A triciclista Sandra Semedo, da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC), conquistou, no passado dia 9 de agosto, a medalha de ouro nos 800 metros da categoria RR2 nos Jogos Mundiais da Paralisia Cerebral, que se disputa em Sant Cugat, na Catalunha.

A atleta portuguesa, que é considerada uma das melhores do mundo, conseguiu a proeza logo na primeira prova da competição de tricicleta, tendo ainda fechado a jornada com um excelente quarto lugar na corrida dos 100 metros, menos adequada às suas características.

Com mais esta vitória, Sandra Semedo tem agora seis medalhas obtidas em representação de Portugal em grandes provas internacionais, juntando-se a esta agora alcançada mais três de ouro e duas de prata. Sandra é ainda a actual campeã de Portugal de todas as distâncias da sua categoria e detentora de vários recordes portugueses nas classes RR2 e RR3.

A acompanhar a atleta, como é habitual, esteve a treinadora da APCC Ana Nunes, que ocupa ainda o cargo de selecionadora nacional de tricicleta, sendo responsável pela participação nesta prova de um conjunto de três triciclistas, integrados na Seleção Nacional.

Sandra Semedo estará de novo em competição já amanhã e no dia seguinte, para disputar as restantes provas do programa da tricicleta: 200 e 400 metros. Esta é uma modalidade disputada em pistas de atletismo, em que os atletas correm com os pés num equipamento com três rodas.

Nos Jogos Mundiais da Paralisia Cerebral, que decorrem entre 7 e 13 de Agosto, a APCC está ainda representada por Maria Inês Rodrigues e Mariana Silva, que participam no campo de treino e nas provas de slalom em cadeira de rodas.

Esta competição é organizada pela CPISRA (Cerebral Palsy International Sports and Recreation Association) e inclui este ano cinco desportos: atletismo (incluindo tricicleta), futebol de 7, natação adaptada, boccia e slalom em cadeira de rodas. Participam cerca de 600 atletas, em representação de 24 países.

A APCC é pioneira a nível nacional no desporto para pessoas com deficiência, que ocupa um lugar central nas atividades da instituição. Além da tricicleta e do slalom, muitas outras modalidades são desenvolvidas na Associação, como o boccia, a natação ou o futebol em cadeira de rodas elétrica, tanto a nível competitivo como de lazer e manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *