SaferYou: quando se está online, a segurança importa!

Um grupo de cinco estudantes, no âmbito de um projecto da Licenciatura em Engenharia Informática da Universidade de Coimbra, está a desenvolver uma ferramenta dedicada aos jovens, que lhes permite avaliar o grau de exposição aos diferentes cenários digitais.

Os jovens são expostos à Internet cada vez mais cedo, passam mais tempo online, e em variadas actividades e contextos. Mas afinal, quais as implicações destas mudanças de estilo de vida e os consequentes riscos para as crianças online e offline?

Esta é das questões mais abordadas em estudos sobre jovens, e as conclusões apontam para a necessidade urgente de os preparar convenientemente para o contexto digital.

Deste modo, a SaferYou pretende constituir-se como uma mais-valia para professores e educadores que queiram abordar as temáticas da segurança, privacidade, redes sociais e literacias digitais com os seus alunos.

A plataforma online foi também pensada para ser utilizada como ferramenta de auto-ajuda e de aprendizagem entre pares.

Disponível a partir de qualquer dispositivo (fixo ou móvel), não são precisas instalações ou procedimentos complexos, pois o seu domínio registado é acessível através de um simples browser, em www.saferyou.pt.

Com a aproximação do Dia da Internet +Segura, que este ano se assinala a 6 de Fevereiro, estão agendadas várias sessões de sensibilização, com o suporte da aplicação, em escolas da Região Centro. Ao longo dos anos, o SID tornou-se um evento histórico no calendário da segurança online. Começando como uma iniciativa do projecto SafeBorders da União Europeia, em 2004, e entregue à rede Insafe como uma das primeiras acções em 2005, este dia cresceu para além da sua área geográfica tradicional e agora é celebrado em cerca de 130 países em todo o mundo.

João Pedro Martins, Embaixador Europeu da Juventude para a Segurança na Internet, é um dos co-autores do projecto. Actuando como representante dos jovens em eventos nacionais e internacionais de alto nível, que reúnem actores do sector privado e governamental, para ele “esta ferramenta concretiza o melhor dos dois lados do meu trabalho: por um lado, apoia e orienta o percurso online dos mais novos, e por outro, é uma fonte de informação preciosa para definir rumos e identificar problemas a resolver”.