Rota dos 20 anos Eco-Escolas passa por Cantanhede

A “Rota dos 20″ é uma acção inserida nas comemorações dos 20 anos do Eco-Escolas, o programa internacional da “Foundation for Environmental Education” desenvolvido em Portugal desde 1996 pela ABAE, para “encorajar acções e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pelas escolas, no âmbito da Educação Ambiental para a Sustentabilidade”.

A celebração da efeméride materializa-se com a circulação da respectiva insígnia por todos as entidades envolvidas, o que aconteceu no edifício dos Paços do Concelho de Cantanhede, com a passagem simbólica do testemunho de uma turma da Escola Secundária de Mira para alunos da EB1 de Cantanhede-Sul.

Assistiram ao acto, Nelson Maltez, vereador da Câmara Municipal de Mira, e Fernando Rovira, director do Agrupamento de Escolas de Mira, que tiveram como anfitriões a vice-presidente da autarquia cantanhedense, Helena Teodósio, e o vereador do pelouro da Educação, Pedro Cardoso.

O encontro contou com a presença de representantes de entidades do concelho de Cantanhede que participam no Eco-Escolas, entre as quais o director do agrupamento de escolas Lima-de-Faria, José Soares, as representantes dos agrupamentos de escolas Marquês de Marialva e Gândara-Mar, respectivamente, Rosália Reis e Ana Gameiro, bem como Carlos Sousa, da Escola Técnico Profissional de Cantanhede, e Alípio Miraldo, presidente da Prodeco – Centro Social de Covões.

Para a vice-presidente da Câmara Municipal de Cantanhede,

“esta iniciativa, para além do valor intrínseco dos projectos desenvolvidos nas escolas em torno dos desafios da ecologia e da sustentabilidade ambiental, tem a vantagem de colocar em contacto as autarquias que dão suporte institucional aos projectos, neste caso os municípios de Cantanhede e Mira”.

Segundo Helena Teodósio, “há num e noutro a perspectiva de que vale a pena apostar na criação de mecanismos favoráveis à adopção de práticas, atitudes e comportamentos que concorrem para a preservação da natureza e da qualidade do ambiente, sendo certo que os estabelecimentos têm um papel fundamental como grandes dinamizadores desse processo, através da mobilização de crianças e jovens. E essa é mais uma razão que as torna credoras do nosso mais vivo reconhecimento”.

Por seu lado, Nelson Maltez, vereador da Câmara Municipal de Mira, enfatizou também “a importância do programa Eco-Escolas na sensibilização para os valores ecológicos”, felicitando “o Município de Cantanhede pelo modo como tem vindo a investir nos factores de qualidade ambiental e na criação de condições que estimulam os alunos envolvidos no programa a actuarem de forma a contribuírem para sustentabilidade ambiental”.

No decurso da sessão, Pedro Cardoso explicou os contornos que a “Rota dos 20 Anos de Eco-Escolas” vai assumir no Concelho de Cantanhede. Durante as próximas semanas, a bandeira verde, símbolo máximo do programa, percorrerá os 17 estabelecimentos de ensino públicos e privados do Município de Cantanhede, cujos alunos, no âmbito dos projectos que estão a desenvolver, darão testemunho da sua experiência no livro que acompanha a insígnia que assinala a efeméride.