Rota das Adegas: oito anos a unir o desporto à gastronomia

Bons vinhos, gastronomia regional e desporto. São estes os ingredientes da VIII Rota das Adegas – Marquês de Marialva, uma prova de cicloturismo de cerca de 50 quilómetros que a Urva Bike Team organiza, no próximo dia 24 de Abril, em Cantanhede.

A prova, delineada por entre vinhas e terrenos agrícolas, em trilhos, caminhos rurais e estradas do concelho, foi apresentado ontem (quinta-feira), 7 de Abril, no Museu da Pedra de Cantanhede.

Numa sala cheia, a organização da Rota das Adegas apresentou a lista de parceiros da iniciativa – onde figuram, entre outros, o Município de Cantanhede, a Turismo Centro de Portugal, várias Juntas de Freguesia e adegas cooperativas da região –, que atesta a ascensão do evento de BTT ao longo dos últimos oito anos.

Segundo Rui Sebastião, da Urva Bike Team, o objectivo da Rota das Adegas é “aliar a promoção da actividade física aos melhores sabores da região”.

Para a edição deste ano, que a Urva espera ser um sucesso, “à semelhança de anos anteriores”, são esperados 350 participantes, “oriundos de Norte a Sul de Portugal mas também, e pela primeira vez, do estrangeiro”.

O evento, que já vai na oitava edição consecutiva, possui uma “forte atractividade” entre os praticantes do BTT nacional. Prova disso, refere Rui Sebastião, é o facto de o site da associação ter “crashado” logo no dia em que foram abertas as inscrições. “Foi tanta a adesão que o site não aguentou. Tivemos que resolver a situação e assim que abrimos novamente as inscrições estas esgotaram em poucas horas”.

Como habitualmente, o percurso da Rota das Adegas irá ter várias paragens, que permitirão conhecer algumas das localidades do concelho assim como os produtos da região.

O primeiro local de paragem é no parque verde das Sete Fontes (Ourentã), espaço que vai acolher os participantes e familiares para um primeiro abastecimento e café. Depois de 30 Km, a paragem acontece no parque de merendas Sarilho, onde os atletas poderão provar os néctares das cinco Adegas/Caves presentes e algumas iguarias gastronómicas regionais. A animação vai estar assegurada pelo grupo de bombos Só-Pedra.

Para além da Adega Cooperativa de Cantanhede, o grande patrocinador do evento, marcam presença nesta Rota outras adegas, como são exemplos as Caves de São João e a Cave Central da Bairrada, a que se juntam o bolo de Ançã, servido ao pequeno-almoço, e o leitão à Bairrada, petisco para ser degustado ao almoço.

Durante a apresentação do evento, Carlos Figueiredo, da Turismo Centro Portugal, elogiou a iniciativa da Urva Team, caracterizando-a “como um exemplo daquilo que de melhor é feito na promoção do nosso território”.

“A Rota das Adegas é uma forma de atrair pessoas à região. Com os atletas vêm também familiares e amigos, que viajam, conhecem, consomem, provam… “, referiu Carlos Figueiredo, desejando que o evento permita, mais uma vez, aos participantes e a todos que os acompanham, viver “uma experiência única de satisfação, que deixe a vontade de repetir”.

Em representação do Município, a vice-presidente, Helena Teodósio, salientou “o estatuto de relevo que a prova já alcançou”, destacando-a como um incentivo para a afirmação da região de Cantanhede.

“O capital de experiência e o programa contribui para o aumento de intervenientes nesta prova, que traz dinamização ao concelho e que se distingue pela singularidade de unir o desporto à gastronomia, ao enoturismo e ao património”, ou seja, frisou a autarca, “tudo o que de melhor Cantanhede tem para oferecer a quem o visita”.

Helena Teodósio agradeceu ainda à organização da Urva Bike Team, por “conseguir mobilizar tantas entidades e permitir aos participantes desfrutar da beleza dos nossos trilhos, da qualidade dos nossos vinhos e da nossa gastronomia”.

Autor: Carolina Leitão