Repúblicas de Coimbra abrem portas para concertos e roteiros

A partir de hoje (29 de Março) e até dia 5 de Abril, as Repúblicas de estudantes de Coimbra vão dinamizar a “Semana das Repúblicas”, uma actividade que já não se realizava há vários anos, e que inclui uma série de concertos, performances, jantares e roteiros.

 

O evento, organizado pelo Conselho de Repúblicas, conta com a participação das 25 casas de estudantes que ainda existem, numa semana com mais de 20 eventos previstos, entre jantares abertos à comunidade, jogos, concertos, performances e roteiros por estes espaços que fazem parte da tradição académica de Coimbra.

 

A semana surge como uma forma de ligação das repúblicas “à comunidade estudantil e à cidade em si”, numa iniciativa que procura “divulgar, sensibilizar e celebrar as casas que ainda existem”, refere Catarina Reis, da república Prá-Kys-Tão.

 

A 29 e 31 de Março serão realizados dois roteiros: um pelas repúblicas da Alta de Coimbra e outro pelas casas que estão mais afastadas da zona da Universidade. Já no dia 1 de Abril é dinamizado um debate na Prá-Kys-Tão sobre a problemática do Novo Regime do Arrendamento Urbano, que já levou ao fecho de uma república e ao despejo de outra da sua habitação original.

 

Durante os oito dias de eventos haverá ainda várias festas, um “workshop” de culinária vegetariana na República dos Kágados, uma sessão de cinema na República Rapó-Taxo, concertos nas Repúblicas Baco, Bota-Abaixo, Trunfé Kopos e Inkas, jogos de mesa na República Kuarenta, performance na República das Marias do Loureiro e a pintura de um mural na República Farol das Ilhas. A 31 de Março, na República Rás-teparta, realiza-se a Festa da Primavera.

 

Entre 29 de Março e 5 de Abril decorre também uma exposição de ilustração de Margarida Ferreira na república Bota-Abaixo, intitulada “Ai, Margarida”.

 

“Todos os eventos são de entrada gratuita e todas as pessoas podem participar”, sublinha Catarina Reis.