Projecto de intervenção social mobilizou população sénior para novos desafios

Cerca de 200 pessoas, com idades compreendidas entre os 60 e os 95 anos, estiveram envolvidas na realização do espectáculo Arte Maior, que decorreu no passado dia 3 de Junho no Salão dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede. Foram dez apresentações artísticas nos domínios da dança sénior, teatro e canto, com participação activa de grupos de utentes de várias IPSS’s do concelho, na sequência de ensaios realizados no âmbito do programa de actividades VIVER+DESAFIOS: Acredite no Potencial Sénior.

Este projecto de carácter gerontológico foi desenvolvido por Christiane Marques, estagiária de Gerontologia Social na Divisão de Educação e Acção Social da Câmara Municipal de Cantanhede, e o espetáculo Arte Maior foi o corolário do vasto conjunto de acções implementadas.

De facto, tratou-se de um convívio entre todos os intervenientes e que teve como momentos altos as apresentações que pessoas idosas preparam para o efeito, com o auxílio dos cuidadores, de Marta Ferreira, dinamizadora do projecto MAISÉMAIS e sob orientação da coordenadora do projecto. Subiram ao palco representantes do Grupo Comunitário de Cantanhede, Grupo Comunitário de São Caetano, Centro Social e Paroquial de São Caetano, Associação Social, Recreativa e Cultural da Camarneira, Comissão de Melhoramentos de Vilamar, Centro Paroquial de Solidariedade Social de Febres, bem como o Grupo Coral Pequenas Vozes de Febres, três turmas do Agrupamento de Escolas Lima de Faria, uma da escola EB1 de São Caetano e da escola EB 2,3 Carlos de Oliveira (Febres).

Das actividades realizadas no âmbito do VIVER+DESAFIOS: Acredite no Potencial Sénior, são de destacar o Flashmob Sénior, realizado em 5 de Maio, na Praça Marquês de Marialva, em Cantanhede, com a participação de 40 idosos, não institucionalizados, em dois programas de estimulação física através da dança, à semelhança daqueles que foram dinamizadas, durante 5 meses, em sessões semanais para os utentes de várias instituições de solidariedade social.

Paralelamente, esteve patente ao público na Biblioteca Municipal a exposição “Qual Seria a Sua Idade se não Soubesse que Idade Tem?”. No total eram mais de 60 imagens de pessoas seniores que, individualmente ou em grupo, deixam transparecer uma atitude de confiança perante a vida, mitigando o efeito da idade com uma postura positiva e de disponibilidade para novos desafios.

Por outro lado, além de campanhas de sensibilização sobre A Velhice e o Processo de Envelhecimento junto das escolas e da população em geral, o projecto contemplou a conceção e planificação de acções necessárias para criação de uma sala de snoezelen em Cantanhede, equipamento que assenta num conceito de terapia baseado em estimulação multissensorial para diferentes públicos-alvo.