Presépio do Buçaco feito com madeira “fustigada” por ciclone

O Presépio de Natal da Fundação Mata do Buçaco (FMB) foi inaugurado esta quarta-feira, dia 14 de Dezembro, junto ao Convento de Santa Cruz, na Mata Nacional do Buçaco (Luso, Mealhada). Trata-se de um trabalho baseado na história da arte, inspirado em obras de grandes mestres da pintura maneirista, renascentista e da arte contemporânea, totalmente concebido por colaboradores da FMB (alguns deles reclusos do Estabelecimento Prisional de Coimbra), com recurso exclusivamente a material lenhoso proveniente da mata.

A madeira resultante de árvores devastadas pelo ciclone Gong, em 2013, uma serração portátil e toda a habilidade e criatividade que alguns funcionários da FMB emprestaram a este desafio, foram os “ingredientes” usados nesta receita natalícia.

Feito sob a coordenação do historiador Filipe Teixeira, que se inspirou em obras de grandes mestres da pintura, como Lorenzo Lotto, Fra Angelico, Sandro Botticelli, Sir Edward Burne-Jones, John McKirdy Duncan, Gregório Lopes, Gerard van Honthorst, Nicola Pisano ou Paula Rego, o presépio do Buçaco, também ele uma obra de arte, pretende ser mais um atrativo para que mais turistas visitem esta floresta pública, que é candidata a Património Mundial da UNESCO.