Polícia Judiciária detém um homem suspeito do crime de homicídio na forma tentada

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, identificou e deteve um homem, comerciante, pela presumível prática do crime de homicídio, na forma tentada.

A vítima, com 81 anos, é cunhado do detido, tendo sido agredido por este a murro e a pontapé e ainda esfaqueado com uma faca de cozinha de razoáveis dimensões, tendo-lhe provocado diversos ferimentos, principalmente na cabeça, com especial incidência ao nível da cara.

De acordo com uma nota da PJ, a agressão “ocorreu na última semana do passado mês de Maio, na casa onde ambos coabitavam, situada numa das freguesias da periferia urbana de Aveiro, tendo sido espoletada por uma discussão por motivos fúteis, num quadro de grande distúrbio psiquiátrico”.

“Os factos criminosos apenas não tiveram um desfecho mais trágico porque a vítima fingiu que estava morta, aproveitando depois uma distracção do agressor para fugir e pedir ajuda aos vizinhos”, refere a mesma nota.

O detido, com 76 anos de idade, foi presente às Autoridades Judiciárias competentes para primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coacção de apresentações semanais no posto policial da área de residência e de proibição de contactos com a vítima, bem como de se aproximar da casa onde esta agora vive.