“Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal” apresentado em Cantanhede

O auditório do Museu da Pedra do Município de Cantanhede acolheu esta quinta-feira, dia 27 de Setembro, a sessão local de apresentação do projecto “Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal” (NSCCP), que tem como objectivo contribuir para o aumento da segurança e qualidade de vida nos contextos recreativos noturnos das cidades da Região Centro.

Pedro Cardoso, vice-presidente da edilidade cantanhedense procedeu à abertura da sessão, que contou com a presença, para além de João Redondo e Fernando Rendas, coordenadores e grandes impulsionadores do projecto, dos responsáveis de vários sectores locais. Estas instituições representam potenciais interfaces com a população em várias áreas-alvo do projecto, nomeadamente a Delegada de Saúde, Hospital Arcebispo João Crisóstomo, Associação de Pais, Forças de Segurança, CPCJ e empresários locais, entre demais serviços, organizações e sectores de actividade com impacto nas áreas-alvo do projecto

Para Pedro Cardoso, “esta é uma sessão de trabalho e de esclarecimento de dúvidas, com o objectivo de desenvolver um projecto centrado na prevenção e que constitui um investimento na promoção de vivências salutares nos contextos recreativos nocturnos, minimizando os fatores de risco. O vice-presidente tem por objectivo “reunir recursos e definir estratégias que permitam à nossa população vivências salutares em comunidades associadas aos contextos recreativos e à recreação noturna. Não se pretende dificultar ou destruir a diversão noturna, mas fornecer às pessoas, de forma especial aos jovens, competências para que possam fazer escolhas conscientes”, concluiu Pedro Cardoso.

Quanto ao projecto “Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal”, João Redondo destacou a “importância do trabalho em rede, multidisciplinar e multissectorial, fundamental para a sustentabilidade deste projeto”.

Fernando Rendas passou à apresentação assim das múltiplas áreas de intervenção, designadas ““Estar em Forma é Fixe”, que apela a um estilo de vida saudável; “Mexer a Música, Tocar a Vida”, que utiliza a música enquanto ferramenta de construção de novas realidades e cuja população alvo serão os jovens integrados em estruturas do movimento associativo; “Roteiros da Noite”, que pretende capacitar em cada município um grupo de pais/mães sobre saúde e segurança dos jovens frequentadores do ambiente recreativo noturno. Outros programas são o “Selo de qualidade NSCCP” que visa atribuir aos espaços recreativos das cidades nas áreas de intervenção do projecto um selo de qualidade, como forma de validar a capacitação obtida pelos seus profissionais e pelas boas práticas que tenham; “Sementes” cujo objectivo é criar/capacitar uma bolsa de voluntários com competências para apoiarem, no que forem solicitados, a implementação dos vários projetos; “O papale da escola na prevenção da violência”,   “Noites Longas com a Lei”, cuja população alvo são os jovens e demais frequentadores dos espaços de diversão noturna, entre muitos outros” .

A criação do Observatório “Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal”, que será delineado com base na informação gerada através do trabalho de campo a desenvolver com os municípios da Região Centro que integram o projecto, bem como a realização do Fórum “Noite Saudável das Cidades”, nos dias 11 e 12 de Abril de 2019, em Coimbra, foram outros dos aspetos apresentados por João redondo.

O projecto “Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal”, cofinanciado pelo Programa Centro 2020, pretende investir, ao nível dos contextos recreativos nocturnos, na prevenção da violência interpessoal, dos consumos e da sinistralidade rodoviária, bem como na promoção da segurança e resiliência comunitária, envolvendo cerca de 40 entidades regionais, entre as quais 21 municípios do Centro do País.

Este projecto é coordenado cientificamente pelo Centro de Prevenção e Tratamento do Trauma Psicogénico do Centro de Responsabilidade Integrado de Psiquiatria – Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e pelo IREFREA Portugal.

Desde 2017, altura em que assinou a declaração, que o Município de Cantanhede, em conjunto com outros municípios da Região Centro, integra o projeto “Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal”, com o objectivo de desenvolver iniciativas de prevenção, capazes de promoverem mudanças positivas nos comportamentos e nos espaços de diversão noturna.