Nadador da APCC bateu três recordes pessoais no Europeu de Natação Adaptada

A estreia de José Costa, nadador da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra (APCC), numa prova continental saldou-se pela obtenção de três recordes pessoais em quatro provas.

O atleta terminou esta sexta-feira (6 de Maio) a sua participação no Campeonato da Europa de Natação Adaptada, que se disputa até amanhã no Funchal, e cumpriu o objectivo que tinha estabelecido à partida: superar-se e fazer os seus melhores resultados de sempre.

Depois de um primeiro dia de competição em que o nervosismo foi mais forte e José Costa fez um tempo pior nos 200 metros livres do que aquele que se julgava capaz (4:45.46 foi a marca conseguida), o esforço viria a ser recompensado.

Ao segundo dia, competindo nos 100 metros bruços, Costa foi cerca de três segundos mais rápido do que o seu recorde pessoal e melhorou mesmo o tempo de inscrição no Europeu em quase nove segundos, ao fazer 3:01.81. Nos 50 metros costas, um dia depois, melhorou a sua marca anterior em 3,5 segundos, completando a prova em 1:03.29. No último dia em que esteve em competição, participou na prova de 100 metros livres e voltou a bater o seu melhor tempo, ao completar a distância em 2:16.67.

Além dos resultados em si, esta foi também a primeira oportunidade para José Costa se integrar numa Selecção Nacional numa prova continental e viver toda a emoção e espírito de equipa que uma competição deste género proporciona. Também a esse nível, acabou por ser uma experiência particularmente positiva.

José António Costa nasceu em Viseu há 31 anos e reside actualmente em Coimbra, no Lar Residencial da APCC, na Quinta da Conraria. Tendo começado a nadar apenas aos 19 anos, é actualmente um dos melhores nadadores portugueses da categoria S5/SB5. Detém neste momento os recordes nacionais de 50 metros livres em S5 e 100 metros bruços em SB4 e fez história no Funchal ao tornar-se o primeiro nadador masculino da APCC a participar numa competição internacional.

Na APCC, a natação é uma das várias actividades na água que são praticadas e que incluem a adaptação ao meio aquático, a aprendizagem, a manutenção ou o treino. Os seus nadadores participam ainda regularmente em provas a nível nacional e regional.