N. ª Sr.ª das Febres celebrada de 3 a 11 de Setembro

Setembro em Febres é sinónimo de celebrações em honra da Nossa Senhora das Febres e este ano não será excepção. A partir de 3 de Setembro e até dia 11 vão ser vários os momentos de oração e devoção por toda a freguesia.

Fica aqui o calendário de missas e procissões para esses dias:

  • 3 de Setembro – Procissão da Serredade e Forno Branco com a imagem da Santa Teresinha (18h00) e Missa em Febres (19h00)
  • 4 de Setembro – Procissão da Sanguinheira com a imagem da Nossa Senhora da Boa Sorte (18h00) e Missa em Febres (19h00)
  • 5 de Setembro – Procissão da Fontinha com a imagem da Nossa Senhora dos Aflitos (19h00) e Missa em Febres (20h00)
  • 6 de Setembro – Procissão da Chorosa, Corgos e Sobreirinho com a imagem da Nossa Senhora da Saúde (19h00) e Missa em Febres (20h00)
  • 7 de Setembro – Procissão do Barracão com a imagem de S. Romão (19h00) e Missa em Febres (20h00)
  • 8 de Setembro – Procissão da Pedreira, Lagoas e Arrancada com as imagens da Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora das Graças (19h00) e Missa em Febres (20h00)
  • 9 de Setembro – Procissão de Balsas com a imagem de Nossa Senhora do Parto (19h00) e Missa em Febres (20h00)
  • 10 de Setembro – Missa Solene (20h00), seguida de procissão de velas
  • 11 de Setembro – Misse Solene (15h30) e procissão

Para além das missas e procissões, haverá ainda outros momentos de celebração. Deste modo, no dia 3, e depois da missa, acontece uma apresentação de Música Erudita pelos elementos da Banda Filarmónica de Covões, intitulada “Noite de Ópera”. No dia 8, também após a missa, terá lugar uma “Noite de Fados”, que juntará no mesmo espaço o fado de Lisboa e o fado de Coimbra.

As novidades continuam no dia 9 de Setembro, com a actuação da cantora brasileira Ghislaine Cantini, que interpretará músicas compostas pelo Padre Zezinho, e no dia 10, com a apresentação do Padre José Rodrigues, superior dos Palotinos, no Brasil.

O ponto alto dos festejos será a 11 de Setembro (domingo), com missa pelas 15h30, à qual se segue a procissão principal, na qual participam os santos adorados nos vários locais da freguesia e a figura da padroeira Nossa Senhora das Febres. A festa encerra com um concerto da Banda Filarmónica de Covões.