Mira espera “intervenção urgente” na zona da Praia afectada pelo mau tempo

O presidente da Câmara Municipal de Mira, Raul Almeida, revelou esta terça-feira, dia 5 de Fevereiro, ter recebido garantias por parte do Governo de que será feita “uma intervenção urgente” na zona da Praia de Mira afectada pela depressão Helena, na semana passada.

Raul Almeida discutiu o assunto com o ministro do Ambiente, Matos Fernandes, e com a secretária de Estado do Ordenamento do Território, Célia Ramos, durante a cerimónia de celebração do 10.º aniversário da sociedade Polis Litoral Ria de Aveiro (PLRA).

“Durante esse contacto, foram dadas garantias de que haverá uma intervenção urgente na zona afectada, tendo ficado agendada uma visita ao local com os vários intervenientes responsáveis da Administração da Região Hidrográfica do Centro e com o vice-presidente da Agência Portuguesa do Ambiente, no sentido de encontrar uma solução”, refere Raul Almeida, que espera que essa solução chegue rapidamente e “que defenda a erosão costeira que se verifica na Praia de Mira”.

Na sexta-feira, o mar avançou sobre o Bairro Norte da Praia de Mira, destruindo defesas das dunas, paliçadas e passadiços de recreio, a cerca de 40 metros das casas. O mar desfez a base do cordão dunar naquela zona, arrastando os chamados “big-bags” que ali foram colocados há meia dúzia de anos para solidificar as dunas.

O litoral entre a Praia da Barra e a Praia de Mira é dos mais afectados pela erosão costeira. Nos últimos anos foram feitas diversas obras de protecção do sistema dunar entre Ílhavo e Mira. Durante 2018 ficou concluída 3.ª fase da Protecção e Recuperação do Sistema Dunar, através do Reforço do Cordão Dunar entre Ílhavo e Mira, consignada pela Polis Litoral – Ria de Aveiro.

Mais de 70% das obras foram realizadas no território do município de Mira, abrangendo o reforço de uma extensão de cerca de 3,4 quilómetros de duna, a colocação de cerca de dez quilómetros de paliçadas e a plantação de cerca de 500 mil espécies vegetais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *