Mira: assalto a ourivesaria rende mais de 250 mil euros

No fim-de-semana passado, a Ourivesaria Patrão, em pleno centro de Mira, foi assaltada. Os ladrões levaram mais de 250 mil euros em ouro e dinheiro, sem deixar rasto.

Embora não se saiba o dia nem a hora exacta do delito, o proprietário Hélder Patrão refere ao AuriNegra que o assalto teve que acontecer entre a tarde de sábado e a manhã de segunda-feira. “No sábado fechei a loja à hora de almoço e só regressei ontem (segunda-feira) por volta das 9h00, e foi quando me deparei com a loja assaltada”, diz-nos.

Embora tenho encontrado no local apenas uma chave de fendas, o ourives conta que os ladrões entraram pelas traseiras do edifício e que usaram um maçarico para abrir o cofre, do qual retiraram, para além de dinheiro, diversas peças em ouro, como fios, pulseiras, anéis, brincos, entre outros artigos.

“Eles foram directamente ao cofre, sabiam muito bem ao que vinham”, reforça Hélder Patrão, acrescentando que a loja já havia sido assaltada duas vezes: “Uma em 2014, em que levaram principalmente peças de prata do balcão da frente, e outra em 2013, com recurso a violência e armas”.

Embora inicialmente tivesse apontado que o valor das peças roubadas tenha sido de meio milhão de euros, Hélder Patrão diz que depois de apurar melhor aquilo que falta, o prejuízo será de cerca de 250 mil euros, um valor elevado mas que ainda assim o empresário tem esperança que seja coberto pelo seguro.

O crime está agora a ser acompanhado pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR, que se encontra ainda na fase de recolha de pistas e indícios.

Ourivesaria com história

IMG_7826

A ourivesaria Patrão já conta com 67 anos de existência. Situada em pleno coração da vila de Mira, é actualmente gerida por Hélder Patrão, filho do recentemente falecido Narciso Patrão António, natural da Sanguinheira, Febres, local onde aprendeu a arte da ourivesaria que desenvolveu durante 75 anos.

Pode ler uma reportagem do AuriNegra sobre o ourives aqui.