Pôr “Cantanhede a rir”

No próximo dia 12 de Fevereiro, a partir das 15h00, o Centro Paroquial de S. Pedro abre portas para um espectáculo muito especial que promete pôr “Cantanhede a rir”. Organizado pela Associação Palhaços D’Opital em parceria com a Vertigem e o Município de Cantanhede, a iniciativa junta em palco os comediantes Carlos Moura, Joca, Joel Ricardo Santos e Zé Pedro, nomes conhecidos do Stand Up Comedy português.

O espectáculo contará ainda com a presença do actor Ruy de Carvalho e da filha Paula de Carvalho, padrinhos da Palhaços D’Opital, associação cantanhedense que celebra o seu 4.º aniversário.

A entrada no espectáculo terá um custo de 10 euros, estando disponíveis cerca de 250 lugares, para os quais já estão a ser vendidos bilhetes no Posto de Turismo de Cantanhede. A apresentação do evento aconteceu esta quarta-feira, dia 11 de Janeiro, no Hospital do Arcebispo João Crisóstomo, em Cantanhede.

Durante a ocasião, Jorge Rosado, director artístico da PO, recordou que o espectáculo de humor vem no seguimento das várias iniciativas que a associação tem vindo a desenvolver ao longo dos seus quatro anos de existência.

“Desta vez quisemos ir um bocadinho mais longe e trazer até Cantanhede um evento de maior envergadura que, se correr bem, poderá a vir a realizar-se anualmente”, afirmou Jorge Rosado, lançando o repto para que as pessoas venham ao espectáculo e aproveitem ainda “para conhecer esta bela cidade”.

Para os ajudar nesta iniciativa, a Palhaços d’Opital conta com a Vertigem, um grupo de pessoas que tem como missão levar o humor por todo o País e que, na apresentação do “Cantanhede a Rir”, se fez representar por Joel Ricardo Santos, que será também um dos protagonistas do espectáculo.

Pela segunda vez em Cantanhede, o comediante de Santa Maria da Feira começou por destacar o trabalho da Palhaços D’Opital, um exemplo na utilização do riso “como uma das formas mais fáceis e agradáveis de ajudar o outro”.

“Esta é uma parceria que nos honra”, frisou Joel Ricardo Santos, elogiando o dinamismo da cidade e dos cantanhedenses e convidando-os para o evento: “Conto com uma casa cheia e prometo uma hora e meia de muitas gargalhadas”.

Quem apareceu de surpresa na apresentação do evento foi Pedro Cardoso, vereador da Cultura da Câmara Municipal de Cantanhede, que aproveitou um furo na ocupada agenda para, em representação do município, apoiar a iniciativa e parabenizar a Palhaços d’Opital “pelo notável trabalho que tem vindo a desenvolver”.

Aproveitando ser o Dia do Obrigada, o autarca agradeceu à Associação “pela força e motivação que, através do seu humor, têm dado àqueles que mais precisam”, destacando a “grande importância cultural do evento, que julgo que vai ser um grande êxito e poderá abrir portas para outras iniciativas do género!”

Já Artur Carvalhinho, director do Hospital do Arcebispo João Crisóstomo, que acolheu a apresentação do evento, não quis deixar de dar algumas palavras de incentivo à associação, manifestando disponibilidade “para colaborar nas actividades da Palhaços D’Opital, principalmente sempre que estas tiverem em vista o bem-estar, o conforto e a alegria dos nossos doentes”.

Artur Carvalhinho, Jorge Rosado, Joel Santos e Pedro Cardoso

Levar sorrisos aos hospitais

A Associação Palhaços d’Opital é uma Associação Cultural sem Fins Lucrativos que tem como principal objectivo a implementação de um programa de intervenção dentro dos hospitais da região centro, através da visita de Doutores Palhaços profissionais e com formação específica nesta área, levando alegria, afectos e boa disposição às crianças, adultos (com foco essencial no sénior), pacientes, cuidadores formais e informais, familiares e equipa médica/profissionais de saúde.

Através deste espectáculo, a PO espera angariar fundos que serão utilizados na deslocação e formação dos palhaços de hospital. “Felizmente temos vindo a criar uma forte rede de amigos da associação, que são muito importantes no percurso que temos vindo a fazer”, referiu Jorge Rosado, acrescentando que a aposta principal da PO continua a ser nas pessoas idosas e que sofrem de demência, área em que são pioneiros: “Neste sentido, esperamos ir, de 1 a 5 de Maio, ao Canadá, no âmbito de um encontro de investigadores na área da demência. Estamos sempre dispostos a aprender mais, de forma a ajudar quem precisa”.

Autor: Carolina Leitão