Mealhada: executivo aprova alterações propostas pelo GIR para concluir processo do cineteatro da Pampilhosa

A Câmara Municipal da Mealhada aprovou ontem (19 de Setembro), em reunião de Executivo, as últimas alterações propostas pela direcção do Grémio de Instrução e Recreio (GIR) para a assinatura do protocolo que permitirá finalizar as obras e abrir ao público o Cineteatro da Pampilhosa.

As alterações foram aprovadas por unanimidade e a expectativa do Executivo é a de que as mesmas permitam finalizar um processo já longo, que impediu, até agora, a abertura daquela infraestrutura.

O Cineteatro da Pampilhosa é um edifício de enorme valor histórico, que data de 1906, sendo uma das primeiras salas de espetáculos do país. E foi ponto de passagem de grandes companhias de teatro até meados da década de 80 do século XX, quando fechou portas.

Depois de várias tentativas de reerguer o espaço, deu-se início à empreitada de recuperação do emblemático edifício, com o apoio financeiro do Governo e da Câmara Municipal da Mealhada, no valor de mais de 400 mil euros. O prazo de conclusão das obras seria de um ano, mas surgiram diversas complicações que impediram o teatro de reabrir portas.

Em 2014, o executivo aprovou a verba de 150 mil euros para finalizar as obras do Cineteatro, mas esta ficaria dependente do protocolo de cooperação que nunca chegou a ser aprovado pelo GIR. Já em Março deste ano chegou ao Executivo Municipal nova proposta de protocolo, mas, posteriormente, foram sendo sucessivamente solicitadas alterações. Aprovadas estas últimas alterações ao documento, o Executivo conta que esteja ultrapassado o impasse que durava há alguns anos.