“Mãos de Sal” no Pavilhão Multiusos de Febres

Mais de 70 espectadores de diversas idades assistiram, no passado domingo, 9 de Dezembro, no Pavilhão Multiusos de Febres, ao espectáculo teatral “Mãos de Sal”, apresentado pela companhia Teatro e Marionetas de Mandrágora.

Com duas protagonistas que encheram plenamente um grande palco, o espectáculo “Mãos de Sal” proporcionou uma apaixonante viagem imaginária a uma comunidade piscatória, que bem poderia ser a da nossa Praia da Tocha, recriando as lendas e tradições das gentes do mar através da voz de uma criança que sonha ser pescador. Simão, que nunca mergulhou nas águas do mar, encontra em Sebastião, antigo homem de pesca há muito afastado dessas lides, um companheiro de aventuras para a descoberta das profundezas do oceano.

“Mãos de Sal” foi apresentado no Pavilhão Multiusos de Febres, no âmbito da “Coimbra Região de Cultura”, programação cultural que inclui mais de 150 espectáculos, sempre com entrada gratuita. Teatro, música e dança são algumas das artes que se cruzam em iniciativas pensadas para espaços patrimoniais, museológicos, centros históricos e recintos culturais, tendo em vista a valorização turística dos bens patrimoniais da região.

Sobre a companhia de Teatro e Marionetas de Mandrágora

Fundado em 2002, o Teatro e Marionetas de Mandrágora é uma companhia profissional que procura “a simbiose de uma linguagem simbólica que conjugue o património e legado tradicional e o pensamento e universo contemporâneo”. Nesse âmbito, as marionetas surgem como “elemento de suporte na procura de uma identidade cultural própria”, com o objetivo de “descobrir as potencialidades estéticas, plásticas, cénicas e dramáticas”.

Ao longo do seu percurso, a companhia tem desenvolvido espectáculos para públicos diversificados, cujas “preocupações preponderantes da sua atividade descentralização, trabalho comunitário, criação em parceria e a valorização social e inclusiva são preocupações preponderantes da sua atividade”.