Loja social da mealhada entrega conjuntos de material escolar a cerca de 80 crianças

Cerca de oitenta conjuntos de cadernos, dossiês, lápis, canetas e outros materiais essenciais ao arranque do ano lectivo foram entregues pela Autarquia da Mealhada, através da Roda Viva – Loja Social, a famílias com crianças e jovens em idade escolar. O material resulta da doação de particulares e agentes económicos, mas também da aquisição por parte da autarquia, com fundos gerados a partir de iniciativas dinamizadas pelo Sector de Acção Social.

O momento da entrega do material foi aproveitado pela vereadora da Ação Social, Arminda Martins, para divulgar o “Espaço Casa”, uma nova área da Loja Social onde se encontram utensílios e peças de decoração para a casa muito diversificados.

Fruto de diversas doações, a Roda Viva dispõe de um conjunto de objectos – desde molduras a castiçais jarras, bijuteria, objectos de lazer como alguns DVD, cd ou móveis – que poderão ser solicitados, por exemplo, pelas crianças que pretendem oferecer uma prenda à mãe no dia do seu aniversário. “É mais uma resposta que damos que tem que ver não com necessidade básicas mas entra já na área dos afectos e do fortalecimento dos laços familiares”, sublinha.

A Roda Viva – Loja Social apoia actualmente cerca de 350 agregados familiares em situação de vulnerabilidade e/ ou com dificuldades financeiras através da distribuição de bens alimentares, roupa, calçado, brinquedos, móveis, têxteis e utensílios para casa, com o devido acompanhamento dos beneficiários por parte dos Serviços de Acção Social do Município.

A “Roda Viva” – Loja Social do Município de Mealhada é uma resposta social inovadora, dinamizada pelo Gabinete de Acão Social, que funciona como um espaço de partilha e solidariedade para com os munícipes mais carenciados. Neste espaço a autarquia conta com a colaboração de cerca de 400 doadores aos quais se juntam vários voluntários que, trabalhando em rede, asseguram que os bens doados chegam a quem mais precisa. “Pelo trabalho que todos têm conseguido desenvolver, impõe-se uma palavra de agradecimento. Seja pelo empenho, pela dádiva e pela generosidade”, sublinha a vereadora Arminda Martins.