Lima de Faria em Cantanhede para falar do ADN

Foram várias as dezenas de pessoas que, no passado dia 20 de Junho, assistiram à conferência “O que não sabemos sobre o ADN”, que António Lima de Faria veio proferir na Biblioteca Municipal de Cantanhede, a convite do Agrupamento de Escolas Lima de Faria.

O eminente geneticista abordou os mais recentes avanços na ciência genética mundial, perante uma assistência constituída por estudantes de ciências, professores e investigadores, entre os quais alguns reputados cientistas portugueses.

Filho ilustre do Município de Cantanhede, onde nasceu a 4 de Julho de 1921, o Professor Doutor António José Cortesão Lima de Faria doutorou-se em genética pela Universidade de Lund (Suécia), onde, desde o início da década de cinquenta do século passado, se tem destacado como proeminente cientista e docente.

Do seu impressionante currículo académico e científico salienta-se a vasta actividade em algumas das mais prestigiadas universidades e institutos da sua área de investigação, nomeadamente nos Estados Unidos e Grã-Bretanha, bem como o seu trabalho como membro e consultor de influentes organismos e comités internacionais no domínio da pesquisa científica.

Com uma notável carreira reconhecida a nível mundial pelo seu contributo para o avanço da ciência, particularmente no campo da citogenética molecular, José Cortesão Lima de Faria tem mantido uma forte relação afectiva com a sua terra natal, relação essa que adquiriu força institucional com a decisão da Câmara Municipal em atribuir-lhe (em 28 de Junho de 1996) a medalha de Ouro da Cidade, depois de ter criado (em 27 de Abril de 1990) um prémio com o seu nome para galardoar o aluno com melhor média final no ensino secundário.

Mais recentemente, foi instituído como patrono dos vários estabelecimentos de ensino que integram o Agrupamento de Escolas Lima de Faria, entre os quais a Escola Secundária de Cantanhede e a EB 2,3 Carlos de Oliveira – Febres.