Inquisição é tema de conferência em Ançã

No próximo dia 21 de Maio, o Centro Paroquial de Solidariedade Social de Ançã acolhe, pelas 21h30, uma conferência intitulada “A Inquisição na Vila de Ançã – Os seus Judeus e Cristãos-Novos (Século XVII)”.

O evento, organizado pelo Patrimonium – uma das secções do Grupo de Teatro “Novo Rumo”, tem como objectivo dar a conhecer a actuação deste tribunal da fé neste local.

Tal como em centenas de outras localidades portuguesas, a Inquisição (ou Tribunal do Santo Ofício) entrou em Ançã para prender e julgar os desviantes da fé católica. Ao longo de vários anos, dezenas de homens e mulheres foram perseguidos e encarcerados na prisão do Tribunal, em Coimbra, acabando alguns por serem queimadas em autos da fé por confessar judaizar e manter estas práticas apesar de aparentemente serem cristãos. É destes processos que irá falar Virgínia Silva, a oradora convidada, que tem vindo a investigar e a recolher documentação sobre o assunto há vários anos.