“Influência dos Carmelitas Descalços na construção da Mata do Bussaco” em exposição

A Fundação Mata do Buçaco (FMB) vai inaugurar esta quarta-feira, 21 de dezembro, às 11h, no Convento de Santa Cruz, na Mata Nacional do Buçaco (Luso, Mealhada), a exposição permanente “Influência dos Carmelitas Descalços na construção da Mata do Bussaco”, com a presença, entre outros, dos presidentes da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, da Fundação Luso, Nuno Pinto de Magalhães, e da FMB, António Gravato.

A exposição, que foi oferecida pela Fundação Luso à FMB, tem como principal objectivo dar a conhecer o legado cultural, arquitectónico e natural dos Carmelitas Descalços na Mata do Buçaco. Um espaço florestal, recorde-se, com um património histórico singular que é candidato a Património Mundial da UNESCO.

O território da actual Mata Nacional do Buçaco foi concedido à Ordem dos Carmelitas Descalços que, entre os séculos XVII e XIX, aí edificaram um património único em Portugal que hoje ainda se mantém.

A exposição estará patente ao público nos mesmo horários de funcionamento do Convento de Santa Cruz e com as mesmas condições de acesso: das 9h às 13h e das 14h às 17h; 2€ adulto e 1€ dos 7 aos 12 anos de idade.