Inês Oliveira lança livro de poesia

Foi no dia 20 de Agosto que Inês Oliveira cumpriu um sonho, com o lançamento do seu primeiro livro de poesia, intitulado “Só eu sei”.

Natural do lugar da Gândara, na freguesia de Fonte de Angeão (Vagos), a jovem de 33 anos reside desde 2008 em França mas é na sua língua materna que prefere continuar a escrever.

“O gosto pela escrita já nasceu comigo, pois já na escola a professora pedia uma redação e eu gostava de terminar sempre com uma quadra”, começa por contar ao AuriNegra.

Com a ida para França, a jovem revela que se sentiu mais fragilizada e, por isso, começou a “desabafar em forma de poesia”.

“Não tinha os meus amigos por perto e nem sequer tinha acesso à Internet, então decidi agarrar-me ao papel e à caneta e escrever. No início era apenas para ser um diário íntimo mas um dia alguém viu os meus desabafos e disse que eu tinha talento”, explica, acrescentando: “Achei um disparate mas com o tempo e alguma reflexão a ideia começou a ter algum significado para mim. E foi então que procurei uma editora que me pudesse ajudar a realizar este meu objectivo de tirar do caderno estes meus desabafos”.

Para a apresentação do livro, que incluiu ainda dois momentos musicais, a jovem escolheu a terra que a viu nascer. “A apresentação foi em Fonte de Angeão e correu muito bem. Há sempre alguma coisa que gostaríamos que fosse diferente mas não me arrependo de nada e, se fosse para repetir, faria tudo outra vez”, refere.

“A melhor parte foi olhar para a sala e ver os meus amigos e famí- lia a apoiarem-me e a partilharem aquele momento comigo”, acrescenta a jovem, que pretende publicar, no futuro, mais obras. O livro “Só eu sei”, de Inês Oliveira, está disponível em edição@portugalmag.fr.