Fundação Ferreira Freire

A Fundação Ferreira Freire é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sediada em Portunhos e criada, em 1962, por disposição testamentária do Conselheiro José Luís Ferreira Freire.

Como explicou ao AuriNegra Alberto Barreto, presidente da direcção da FFF, “o Conselheiro era solteiro e não teve filhos, por isso deixou todos os seus bens a uma sobrinha, que era a sua única herdeira. No entanto, deixou escrito numa cláusula do testamento que se ela não viesse a ter descendência todo o seu património seria para a criação de um ‘asilo para pobres velhos’ e foi nesse sentido que foi criada a Fundação”.

“Apesar de ter sido fundada em 1962, foi só a 15 de Julho de 1967 que a Fundação recebeu os seus três primeiros utentes. Actualmente já passaram por aqui mais de 750”, refere o dirigente.

Com a principal missão de apoiar e acolher pessoas com necessidades físicas, psicológicas e sociais, de forma a melhorar a sua qualidade de vida, a FFF destaca-se por prestar serviços especializados que são uma referência nacional pela sua qualidade, tendo concretizado novas respostas a exigências diversificadas e melhorado o nível de satisfação de clientes e colaboradores.

O seu âmbito de acção abrange principalmente o concelho de Cantanhede e a Freguesia de Tentúgal (no concelho de Montemor-o-Velho), a terra Natal de Ferreira Freire e, eventualmente, outros concelhos, com resposta no âmbito da Segurança Social.

“Porém, na admissão de clientes continuamos a dar prioridade, em igualdade de circunstâncias, a idosos de Tentúgal, Portunhos e Pocariça, de acordo com a vontade do Conselheiro”, sublinha Alberto Barreto.

Para a realização dos seus objectivos, a Instituição propõe-se atender e acolher pessoas idosas, proporcionando serviços permanentes adequados à satisfação das necessidades dos utentes, nomeadamente alojamento, alimentação, assistência religiosa, médica, de enfermagem, ocupação e ajuda psicossocial. No apoio à população idosa a instituição tem ainda um Serviço de Apoio Domiciliário e um Centro de Dia.

“Aqui o mais importante é o cliente. É para o bem-estar dele que, quer o executivo, quer os funcionários, trabalham diariamente. Temos uma equipa dirigente jovem e técnicos especializados que estão com um espírito de missão que vai para além da simples prestação de serviços”, frisa.

Com um total de 95 camas, a Fundação Ferreira Freire não pára de investir na melhoria do espaço, assim como na variedade de valências que oferece. Como tal, há cerca de um ano inaugurou uma nova ala, com 15 camas, dedicada a doentes mais incapacitados.

“Inicialmente a ideia era construir uma Unidade de Cuidados Continuados para doentes com Alzheimer, mas com a troca de Governos isso acabou por não ser aprovado. Daí termos decidido construir uma nova ala, a Estrutura Residencial para Idosos II, que tem como finalidade melhorar a situação de pessoas mais dependentes e com demência, principalmente Alzheimer, que aqui têm o devido acompanhamento, prestado por uma equipa multidisciplinar, composta por 75 funcionários, disponível 24 sobre 24 horas, 365 dias por ano”.

A Fundação tem ainda praticamente acabado um ginásio, com vários equipamentos para utilizar na reabilitação, assim como uma sala de snoezelen, onde, através do uso de música, sons, luzes, texturas e odores se pretende estimular os sentidos dos idosos.

Luís Ferreira Freire

O nome da Instituição deve-se a José Luís Ferreira Freire, nascido em Tentúgal em 1843 e falecido em 1920. Bacharel em Direito e político na época da Monarquia Constitucional, tornou-se numa figura influente no seio do Partido Regenerador, tendo ocupado o cargo de Deputado da Nação durante várias legislaturas.

A essas funções, juntou as de Administrador do Concelho e Presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, acabando por ser agraciado com o título de Conselheiro de Estado honorário.