Exposição “O que dizem os ossos exumados em Santa Clara-a-Velha”

Até dia 18 de Setembro, o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, tem patente a exposição “O que dizem os ossos exumados em Santa Clara-a-Velha”.

Trata-se de uma exposição que resume o que foi possível saber com base nos cerca de 70 esqueletos de freiras recuperados na escavação efectuada no Mosteiro em 1996 e 1997.

Em exibição vão estar diversas peças ósseas, como um crânio com um tratamento dentário em ouro, datado do século XV, ou de um fémur de uma Clarissa com uma fratura consistente com osteoporose. Os visitantes poderão ver também peças arqueológicas associadas aos esqueletos e conhecer algumas curiosidades do esqueleto humano.

A exposição é da responsabilidade de Eugénia Cunha, antropóloga forense do Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra (UC) que  coordenou a  equipa de Antropologia que participou nas escavações, e Francisco Curate,  antropólogo do Centro de Investigação em Antropologia e Saúde da UC.

A mostra ficará patente até 18 de Setembro e pode ser visitada, de terça-feira a domingo, entre as 10h00 e  as 19h00.