Exposição de Marie José Breman na Biblioteca Municipal de Cantanhede

A Biblioteca Municipal de Cantanhede tem patente ao público, até 31 de Março, a exposição “Árvores”, da artista Marie José Breman. A mostra é constituída por 18 trabalhos elaborado a óleo, sobre tela e madeira, representando várias espécies de árvores.

As telas foram realizadas entre 2005 e 2016 e deste conjunto destacam-se oito pinturas de árvores emblemáticas existentes no concelho, designadamente em Cantanhede, Ançã e Outil, pretendendo assinalar a importância das árvores e das florestas no equilíbrio ecológico e no bem-estar, humano e animal.

Cada obra de Marie José Breman é fruto de uma emoção ou memória evocativa de um momento específico, uma janela aberta sobre o passado da artista ou o que entende que será o futuro.

Bastante apreciadora da natureza, a pintora demonstra grande uma enorme predileção por árvores, imortalizando, essencialmente através da pintura diversas espécies arbóreas que considerou especiais.

Sobre Marie José Breman

Marie José Breman é natural de Bruxelas e reside em Sintra, desde 1953.

Estudou pintura a óleo com professores de renome em França, Bélgica e Itália. Estudou pintura em porcelana com Brita Lundgreen, na Suécia, e cerâmica, em Portugal, com o artista plástico e ceramista, Carlos Vizeu (1925 – 2012).

Marie José Breman participou em duas exposições colectivas de pintura, no Palácio Nacional de Sintra e no Paço Real de Belas; e participou em duas exposições de pintura privadas, em Sintra.

Em 2012 e 2014, participou em exposições colectivas no Museu da Marinha, em Lisboa, entidade à qual doou duas obras para integrarem o espólio museológico.