ETPC traz jovens da Finlândia a Cantanhede

Durante o mês de Maio, a Escola Técnico-Profissional de Cantanhede (ETPC) acolheu duas jovens finlandesas que trabalharam com os utentes da Unidade de Cuidados Continuados Integrados da Santa Casa da Misericórdia de Cantanhede (UCCI), sob acompanhamento de enfermeiras dessa instituição.

As duas jovens, Milla Hangasmaki e Lyydia Hirvi, são provenientes da Escola Profissional Tredu, sita em Tampere, na Finlândia, e deslocaram-se a Portugal, no âmbito do projecto Erasmus +, para realizarem a sua formação em contexto de trabalho, sempre sob a supervisão dos profissionais daquela instituição.

As jovens evidenciaram uma boa capacidade de adaptação à realidade portuguesa, participando na rotina diária da UCCI, interagindo com os utentes, apesar das dificuldades linguísticas, e até colaborando com a ETPC na dinamização de várias sessões de apresentação de ambos os países envolvidos, junto das turmas de 10.º e 11.º anos, ou ainda interagindo com os alunos, funcionários e professores da ETPC, escola onde almoçavam todos os dias. Na bagagem levam de Portugal a “cultura do beijo e do abraço” que tanto apreciaram neste país e que é tão pouco comum na Finlândia, afirma Lyydia Hirvi.

A ETPC tem procurado desenvolver projectos de parceria, no âmbito do Programa Erasmus+, a fim de proporcionar formação em contexto de trabalho aos seus alunos num país europeu, mas também estando disponível para permitir que jovens de toda a Europa realizem a sua formação em contexto de trabalho na cidade de Cantanhede, tendo por objetivo contribuir, de forma determinante, para a criação de um sentido de identidade europeia, bem como promover a abertura a novas abordagens profissionais e educativas.