Detenção de incendiário florestal no concelho de Penacova

A Polícia Judiciária, através da Directoria do Centro, com a colaboração da GNR de Vila Nova de Poiares, procedeu à detenção de um homem pela presumível prática de um crime de incêndio florestal, tendo ardido cerca de trezentos metros quadrados de mato, fenos e vinha contíguos a uma vasta mancha florestal.

O suspeito usou isqueiro para colocar o incêndio e actuou num quadro de alcoolismo.

O detido, de 37 anos, solteiro, motosserrista, foi presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas, tendo ficado sujeito à medida de internamento para tratamento.

No corrente ano a Polícia Judiciária já identificou e deteve 71 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.