Cordinhã vai ter uma Escola de Música

Foi assinado ontem (11 de Março), um protocolo de cooperação entre a  Junta de Freguesia de Cordinhã, e a Associação Filarmónica Marialva de Cantanhede, com vista à criação de uma escola de música em Cordinhã.

Na assinatura estiveram presentes o Presidente da JF, Pedro Carrana, o Presidente da Filarmónica, Marco Santos, assim como o maestro, músicos, demais directores, o executivo da junta e muitas pessoas que quiseram assistir ao acto simbólico.

“Este é um dia muito importante para a nossa freguesia, pois foi dado um passo de gigante com a criação da Escola de Música, de modo a proporcionar a crianças, jovens e adultos um ensino efectivo e de qualidade na área da cultura musical”, referiu Pedro Carrana, Presidente da Junta de Freguesia de Cordinhã.

O autarca agradeceu ainda “o espírito de colaboração e de proactividade do Presidente Marco Santos, bem como de a toda a direcção desta filarmónica, do maestro Alexandre Madeira e dos professores que irão leccionar na escola de Cordinhã.”

Pedro Carrana aproveitou ainda a ocasião para informar que as inscrições para a Escola de Música estão abertas, devendo as pessoas dirigir-se à Junta de Freguesia, ou proceder à inscrição por telefone: ( 231416111) ou email (freguesiacordinha@sapo.pt). A escola funcionará nas instalações da freguesia, aos sábados, sendo que as aulas terão início a 24 de Março, pelas 10h00″

Marco Santos salientou “a importância deste projecto, como pólo da Filarmónica Marialva, e que assenta num objectivo de alargar a sua área de influência musical e na expectativa de captar mais elementos para a sua filarmónica”.

“Acredito nesta futura escola e que irá trazer novos talentos para a nossa filarmónica. Nós iremos assegurar toda a formação musical com experientes e reputados professores dos mais variados instrumentos musicais”, frisou Marcos Santos.

A cerimónia da assinatura do protocolo terminou com um momento musical, pelo quarteto de saxofones “Marialva Royal Sax Quartet” o mais recente projecto da Filarmónica, seguido de um espumante de honra.