Conferência sobre animais de companhia assinalou Dia Mundial do Animal

Mais de 60 pessoas participaram na conferência sobre “Animais de Companhia: Cuidados e Bem-Estar”, que decorreu na Biblioteca Municipal de Cantanhede no passado dia 12 de Outubro.

Integrada no projecto “Tardes Comunitárias: Dar Mais Vida aos Anos”, promovido pela Câmara Municipal de Cantanhede, a sessão assinalou o Dia Mundial do Animal, tendo como oradores Idílio Cravo, veterinário municipal de Cantanhede, Salomé Dias, da Associação Quatro Patas e Focinhos, da Mealhada, e Ana Gonçalves, do “Abrigo de Carinho” – Associação dos Amigos dos Animais do Concelho de Mira.

As exigências e a responsabilidade associadas à posse de animais de companhia, bem como os cuidados de saúde e afectivos que lhes devem ser dispensados foram o mote das intervenções, com foco em aspectos particulares da experiência de cada um dos intervenientes relativamente a esta matéria.

Idílio Cravo é licenciado em Medicina Veterinária, pela Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Técnica de Lisboa, e foi na qualidade de Autoridade Sanitária Veterinária de Cantanhede que referiu os requisitos necessários do “dono responsável” numa intervenção em que abordou as principais doenças dos animas de companhia, tendo salientado, a propósito, a importância dos cuidados médicos e sanitários.

Para além de uma abordagem de questões relacionadas com a temática da conferência, Salomé Dias apresentou a Associação Quatro Patas e Focinhos, cuja actividade, desde a sua constituição, em 2012, está centrada na recolha de cães e gatos abandonados nos concelhos de Mealhada e Anadia. Dinamizada por voluntários, a associação sinaliza animais abandonados e promove a adopção responsável. Neste âmbito, gere um abrigo na Mealhada que alberga 60 cães adultos, acompanhando ainda a situação de mais 35 canídeos e dez gatos colocados em famílias de acolhimento temporário.

Já Ana Gonçalves, enfermeira e detentora de formação específica em Terapia Assistida para Animais, enunciou vários aspectos inerentes a esta prática e falou da actividade da “Abrigo de Carinho” – Associação dos Amigos dos Animais do Concelho de Mira. Também fundada em 2012, os seus objectivos passam pela defesa, proteção e tratamento de animais domésticos em risco e pela recolha dos que se encontram em situação de abandono, proporcionando-lhes carinho, cuidados de higiene e de saúde, em caso de doença ou acidente, e promovendo ainda a sua adopção por famílias de acolhimento assim como a esterilização das cadelas que se encontram no abrigo.

A sessão sobre “Animais de Companhia: Cuidados e Bem-Estar” foi organizada no âmbito do projecto “Tardes Comunitárias: Dar mais Vida aos Anos”, acção de intervenção social promovida pelo Município de Cantanhede para motivar a população sénior a desenvolver a sua interação psicossocial em actividades sociais, culturais, desportivas e lúdicas.