Coimbra recebe concerto para apoiar refugiados que estudam na universidade

No dia 3 de Março, o Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV) recebe um concerto “inspirado no fado” de Yolanda Soares, cujas receitas vão reverter a favor dos estudantes sírios que frequentam a Universidade de Coimbra.

Actualmente a UC tem tem oito estudantes sírios, seis dos quais reencaminhados pela plataforma criada pelo ex-Presidente da República Jorge Sampaio.

“A Universidade de Coimbra encarrega-se das propinas, mas há depois uma série de custos, como o alojamento ou refeições, que são angariados por essa estrutura” do antigo chefe de Estado, explicou à agência Lusa a vice-reitora Clara Almeida Santos, referindo que o concerto tem o propósito de “aliviar a carga” da Plataforma Global de Assistência Académica de Emergência a Estudantes Sírios.

O concerto da fadista Yolanda Soares realiza-se no âmbito do Concerto Coimbra Solidária, uma iniciativa que a UC promove desde 2012, convidando artistas para tocar por uma boa causa.

Yolanda Soares, que já tinha gravado um ‘videoclip’ na Biblioteca Joanina para o seu último trabalho, “Royal Fado”, aceitou o desafio da UC, abdicando “totalmente do ‘cachet’” e suportando “as despesas técnicas do espectáculo”.

No TAGV, a artista vai apresentar ainda o seu último álbum, lançado em 2016 e que, segundo a cantora “é inspirado nos fados de Amália, mas de uma época muito específica, em que decidiu cantar poemas muito eruditos”.

Para o espectáculo, Yolanda Soares vai contar com a participação do grupo coral Alma de Coimbra, do barítono Diogo Oliveira e dos bailarinos Horus Mozarabe e Marta Chasqueira.