Coimbra poderá geminar-se com cidade paquistanesa de Lahore

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, recebeu esta quarta-feira, dia 7 de Dezembro, no seu gabinete, a embaixadora do Paquistão em Lisboa, Zehra Akbari. Esta foi a primeira visita da diplomata a Coimbra e teve como principal objectivo reactivar o processo de geminação entre as cidades universitárias de Coimbra e Lahore.

“Gostaria de retomar este processo que teve início há cerca de 10 anos”, avançou Zehra Akbari, argumentando que as duas cidades têm grandes semelhanças. “Vamos a isso”, concordou Manuel Machado, que sugeriu inteirarem-se do processo e reactivarem as conversações para poderem oficializar a geminação.

“Lahore é a cidade paquistanesa que concentra mais universidades e é também uma cidade extremamente jovem, muito semelhante a Coimbra”, afirmou a embaixadora, na conversa que decorreu no gabinete do presidente da CMC. “Sei que há um contacto efetuado em 2006 para uma geminação com a cidade de Coimbra e proponho-lhe retomarmos esse processo”, avançou a diplomata, que desde logo recebeu uma resposta afirmativa de Manuel Machado. O presidente da CMC sugeriu ainda que as conversações passem também pelas universidades das duas cidades.

“Vamos a isso. Não sei em que estado se encontra o processo, mas vamos inteirar-nos. Proponho mesmo que sejamos acompanhados pelas respetivas universidades”, respondeu o presidente da CMC, adiantando que as relações entre a autarquia e a Universidade de Coimbra são as melhores. “São relações de cooperação e ajuda”, sublinhou. “Quando regressar a Lisboa, vou enviar-lhe cópias de toda a correspondência”, assegurou ainda Zehra Akbari, que durante a tard tinha programada uma visita à Universidade de Coimbra.

O diálogo entre Manuel Machado e a embaixadora do Paquistão incidiu, sobretudo, em aspectos históricos e característicos de Coimbra, tendo o presidente da CMC feito uma apresentação sintética da cidade e procurado satisfazer as curiosidades da diplomata. O edil abordou a importância histórica da cidade, o facto de ter sido a primeira capital do país, de ter sido sempre um ponto de encontro entre pessoas de várias civilizações, culturas e religiões, e da Universidade de Coimbra – “a sexta mais antiga da Europa, inspirada na primeira universidade do Mundo, no Egipto”, referiu – que está classificada como Património Mundial da Humanidade e é “um motivo de orgulho para nós”.

“A primeira coisa que notei quando cheguei a Portugal foi a história, a cultura, o património. Quando passeio pelas ruas de Lisboa sinto que é uma cidade histórica e senti precisamente o mesmo quando cheguei a Coimbra”, afirmou, por sua vez, Zehra Akbari, garantindo que não será a última visita que fará à cidade.

“Muito obrigada, foi um prazer conhecê-lo, visitar a Câmara Municipal, a cidade de Coimbra e parto satisfeita por avançarmos com o processo de geminação”, concluiu a diplomata, convidando o presidente da CMC a visitar Lahore. “Foi uma honra recebê-la na nossa cidade, na Câmara Municipal, e desejo que aprecie o resto da sua visita”, retorquiu Manuel Machado, depois de uma troca de presentes com a embaixadora.