Cantanhede: homem morre em incêndio numa habitação

Um homem de 63 anos morreu na terça-feira (10 de Maio) na sequência de um incêndio na cozinha de uma habitação, em Labrengos, concelho de Cantanhede. A esposa da vítima mortal ficou com ferimentos ligeiros.

O alerta foi emitido às 16h20. Quando os elementos dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede chegaram ao local as chamas já tinham sido extintas pelos vizinhos da habitação.

“No interior da cozinha estava o corpo de Henrique Lopes, carbonizado, sentado na estrutura de um sofá”, esclareceu José Oliveira, comandante dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede.
Segundo foi possível apurar, o homem encontrava-se sentado à lareira quando, por razões que ainda estão por apurar, foi atingido pelas chamas.

A esposa da vítima mortal, Maria Cidália, de 58 anos, encontrava-se no exterior da habitação quando ouviu os gritos do marido. Ainda o tentou socorrer, mas sem sucesso. Terão sido os vizinhos do casal que, alertados para o incidente, apagaram o fogo.

Henrique Lopes sofria de vários problemas de saúde e tinha mobilidade reduzida, fazendo uso de uma cadeira de rodas, razão porque não terá conseguido abandonar o local.
Maria Cidália, que já tem antecedentes de AVC, foi transportada para o Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra, devido aos ferimentos sofridos quando tentou apagar as chamas.
No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Cantanhede, com 11 elementos e quatro viaturas, e a GNR. As causas do fogo estão a ser investigadas pela Polícia Judiciária.