Cantanhede é o primeiro município a participar no projecto “Vamos pôr o Sequeira no lugar certo”

A Câmara Municipal de Cantanhede deliberou, por unanimidade, a atribuição de um subsídio de 2.195,70 euros ao GAMNAA – Grupo dos Amigos do Museu Nacional de Arte Antiga, materializando assim o apoio à campanha de angariação de fundos para a aquisição do quadro “A Adoração dos Magos”, de Domingos António de Sequeira (Lisboa, 1768 – Roma, 1837), que aquela entidade está a promover.

A proposta partiu do líder do executivo camarário, João Moura, que justifica esta iniciativa inédita ao nível autárquico “pela necessidade de reforçar a mobilização dos cidadãos e das organizações públicas e privadas em torno de uma causa de indiscutível interesse cultural para o país, pois cria condições para todos os portugueses poderem beneficiar de um valioso património”.

Conforme explicou o autarca, “o montante que o Município de Cantanhede destina à criação do fundo para a compra da pintura de Domingos António de Sequeira corresponde a 0,06 euros por habitante do concelho, ou seja, a autarquia assume integralmente por toda a população o donativo proposto a cada português pela entidade promotora da campanha”.

João Moura adiantou ainda que, na qualidade de membro do Conselho Directivo da Associação Nacional dos Municípios Portugueses sugeriu, na última reunião ordinária desse órgão, “que fosse lançado um desafio com contornos idênticos a todas as autarquias do país”.

No seu entender, “a aquisição de ‘A Adoração dos Magos’ deve merecer o apoio dos municípios, não apenas porque se trata de proporcionar ao Museu Nacional de Arte Antiga os meios de que não dispõe nesta altura para comprar um bem patrimonial amplamente reconhecido como estruturante para o seu importante acervo cultural e artístico, evitando assim a sua saída do país, mas também porque esse apoio é consentâneo com as responsabilidades das autarquias em matéria de preservação do património nacional”. De resto, referiu o presidente da Câmara de Cantanhede, “foi também esse certamente o propósito do apoio de várias entidades públicas e privadas que já se assumiram como parceiras do projecto”.

“Vamos pôr o Sequeira no lugar certo” é o nome da iniciativa desenvolvida pelo MNAA, para adquirir a pintura de Domingos António de Sequeira, cujo valor de mercado ascende a 600 mil euros. A campanha de angariação de fundos, que decorre até 30 de Abril, tem como referência o contributo de 6 cêntimos por cada cidadão português e concretizar a aquisição significará que, pela primeira vez, uma obra de arte foi comprada por todos os portugueses numa grande operação de mecenato conjunto entre os cidadãos e entidades públicas e privadas.