Cancioneiro de Cantanhede representou Portugal no Interfolk

Entre os dias 16 e 20 de Agosto, o Grupo Folclórico Cancioneiro de Cantanhede representou Portugal no INTERFOLK, um Festival CIOFF (Conselho Internacional Organizador de Festivais de Folclore e Artes tradicionais – ONG da UNESCO) que se realiza todos os anos na cidade costeira de Kolobrzeg, junto ao mar Báltico, no norte da Polónia.

Presentes neste festival estiveram seis países: Argentina, Chipre, Indonésia, Polónia, Portugal e Roménia.

De acordo com a direcção do Cancioneiro de Cantanhede, “o formato do Festival previa, e assim aconteceu, um espectáculo de abertura num belo anfiteatro de ar livre (2500 lugares) […] No dia seguinte voltámos ao anfiteatro para um espectáculo de 45 minutos em que maravilhámos o público e organização com uma representação de tarde de domingo nos finais do século XIX, com jogos tradicionais, danças, vendedeiras, e até o ourives ambulante”.

As actuações continuaram no anfiteatro do Centro Cultural, onde, “durante 35 minutos, animámos centenas de crianças num espectáculo de oficina de dança, que teve à mistura jogos tradicionais como a cabra-cega, o pião, saltar à corda, corridas de sacos, jogo da corda, lencinho, entre outros”. Depois disso, o rancho cantanhedense actuou ainda mais duas vezes: uma no centro da cidade e outra em plena praia.

“Tivemos connosco duas excelentes guias, que verteram lágrimas de despedida, e fomos por diversas vezes elogiados e parabenizados, quer pelo presidente do festival, director artístico do mesmo e que é técnico superior de dança da Universidade de Varsóvia, e ainda pelo Presidente da Câmara local”, destaca Carlos Maltez, o relações públicas do grupo.