Câmara de Coimbra promove visitas guiadas temáticas em Agosto

Durante o mês de Agosto, a Câmara Municipal de Coimbra vai promover um conjunto variado de visitas temáticas integradas na programação cultural e turística promovida pelo município.

Entre as visitas consta uma que evoca o nascimento de Miguel Torga (12 de agosto de 1907). “Coimbra n’A Criação do Mundo de Miguel Torga” e que consiste num roteiro feito a pé e de trólei, que percorre alguns dos locais de Coimbra ligados ao escritor/médico.

O percurso parte do cimo da Ladeira do Seminário e o grupo é conduzido até à República da Estrela, de onde ruma à Universidade, descendo, de seguida, a Couraça de Lisboa em direção ao Largo da Portagem, onde serão mencionados o consultório e o Monumento a Miguel Torga. Seguidamente, o grupo desloca-se, no trólei n.º 103 (cada participante paga o bilhete de autocarro: 1,60€), em direção à Casa-Museu Miguel Torga, onde terminará o circuito torguiano.

A programação de Agosto prevê, ainda, temas que já conquistaram público, relacionados com alguns dos locais de referência na cidade. É o caso das visitas que divulgam o património material, como são exemplo as temáticas “À Descoberta das Fontes de Coimbra I” (dia 9 de Agosto), “À Descoberta da Baixa de Coimbra I” (dia 25 de Agosto) ou “A Arte Nova em Coimbra II” (dia 30 de Agosto).

A evocação da aparição de Fátima (19 de Agosto 1917) será lembrada através de uma visita ao Memorial Irmã Lúcia, onde se encontra um vasto espólio que desvenda o percurso da vida de Lúcia de Jesus, num espaço que é contíguo ao Carmelo de Santa Teresa de Jesus (um dos locais em que a vidente de Fátima seguiu a vida religiosa de contemplação).

Os requisitos de adesão aos percursos guiados implicam a obrigatoriedade de inscrição, via telefone ou presencialmente: na Casa Municipal da Cultura, à Rua Pedro Monteiro; telef. 239 702 630; ou na Casa Aninhas, à Praça 8 de Maio; telef. 239 857 500.

As visitas temáticas são dirigidas a todas as faixas etárias (público geral), implicando a participação de um mínimo de dez e um máximo de trinta pessoas.