Bandas filarmónicas de Ançã, Covões e Pocariça vão actuar conjuntamente em Cantanhede

Triunvirato Filarmónico, assim se designa o concerto que vai ter lugar na Praça Marquês de Marialva, no próximo dia 24 de Setembro, a partir das 21h30. Trata-se da primeira edição de um evento pioneiro, traduzido na actuação conjunta da Phylarmonica Ançanense, da Filarmónica de Covões e da Associação Musical da Pocariça.

Estarão em palco, frente ao edifício dos Paços do Concelho, um total de 170 músicos das três bandas, integrados numa única formação, que interpretará o mesmo repertório, sob direcção, partilhada, dos respectivos maestros.

Antecipando a celebração do dia Mundial da Música, que se comemora a 1 de Outubro, o Triunvirato Filarmónico é resultado de um desafio lançado pela Câmara Municipal às filarmónicas do concelho, que prontamente responderam com grande entusiasmo dando conta do seu interesse em participarem neste singular intercâmbio artístico.

Segundo a organização, o objectivo é apresentar um evento representativo da dinâmica associativa do concelho no campo da música, neste caso através da assinalável disponibilidade das três centenárias bandas filarmónicas em cooperarem na afirmação dos bens e valores da cultura que lhes são comuns.

O programa contempla a interpretação de composições orquestrais de vários compositores entre as quais, a encerrar, o Hino de Cantanhede, da autoria do Capitão Amílcar Morais e letra de Maria de Lurdes Alves dos Santos.

A actuação conjunta da Phylarmonica Ançanense, da Filarmónica de Covões e da Associação Musical da Pocariça dá sequência ao encontro de bandas que tem vindo a realizar-se há vários anos, também promovido pela Câmara Municipal. Embora o espírito que preside ao Triunvirato Filarmónico seja o mesmo, as exigências são maiores com a interpretação conjunta da totalidade do programa, o que nesse evento percursor só acontecia num dos temas.