Banco de Leite faz balanço do ano de 2016

No passado dia 14 de Março, o Município de Cantanhede, o Lions Clube de Cantanhede e os padrinhos reuniram-se, na Casa Francisco Pinto, para fazer a avaliação de mais um ano de funcionamento da resposta social Banco de Leite. Na reunião foram apresentados os resultados desta resposta, falou-se de perspectivas futuras e foram ainda assinados vários protocolos para 2017.

O Banco do Leite é uma iniciativa do Lions Clube de Cantanhede que, conjuntamente com o Município de Cantanhede, as instituições que integram o CLAS, e os Padrinhos se propuseram desenvolver uma parceria com o objectivo prioritário de contribuir para a melhoria das condições de vida das crianças dos 0 aos 6 anos, oriundas de famílias carenciadas, facultando-lhes o leite essencial à sua alimentação, recorrendo para o efeito a dádivas da comunidade, através do apadrinhamento.

Desta forma, o Banco de Leite, durante o ano de 2016, apoiou 29 crianças proporcionando 2878 litros de leite pasteurizado e 10 bebés com 140 embalagens de leite em pó. Para alcançar estes resultados, o Lions Clube de Cantanhede contou com a colaboração de 13 padrinhos, entre os quais farmácias, autarquias, empresas, bancos e cidadãos anónimos.

Em nome dos “Lions de Cantanhede”, Olga Alves aproveitou a oportunidade para agradecer ao Município “por assegurar todo o trabalho do Serviço de Acção Social de análise social com base em critérios rigorosos bem como a cedência do espaço no Colmeia – Banco de Recursos, onde está sedeada esta iniciativa, assim como a todos os Padrinhos. A concretização do Banco do Leite só é possível com o envolvimento de todos aqueles que caminham juntos na mesma direcção”.

Dos donativos dos Padrinhos foi possível alcançar um valor de 1.620,00 euros em dinheiro, sendo que as farmácias doaram em género (leite em pó) contabilizando um valor de 1.936,85 euros. Foi ainda possível contar com o donativo da Lactogal, que doou 200 litros de leite, e com a Fundação Delta, através da realização de uma campanha solidária que decorreu durante a EXPOFACIC, da qual resultou a doação de 384 litros de leite para o projecto.

Ainda durante o ano de 2016, e para a manutenção desta resposta social, o Lions Clube de Cantanhede desenvolveu outros eventos de angariação de donativos para permitir apoiar, durante mais tempo, crianças e famílias fragilizadas. Foram ainda desenvolvidas outras ações como a entrega de 25 cabazes no Natal e, em parceria com a Farmácia Seixo, todas as crianças receberam uma prendinha com uma mensagem, numa época tão significativa como o Natal.

Segundo uma nota enviada ao AuriNegra, “este gesto de solidariedade, de apadrinhamento e realização de eventos, foi o mote para a manutenção da resposta social e solidária do Banco de Leite do Lions Clube de Cantanhede, que, para o ano de 2017, vai poder continuar a ajudar 22 crianças e bebés do concelho, contando com o apoio directo de 15 Padrinhos”.

Durante a reunião, Pedro Cardoso, Vereador da Acção Social e Solidariedade, em representação do Município, “enalteceu mais uma vez esta iniciativa que funciona durante todo o ano e referiu a importância deste projecto social dinamizado pelos Lions, pois constitui um gesto concreto de apoio às famílias mais fragilizadas social e economicamente, assegurando a todas as Crianças um elemento essencial a uma alimentação saudável e completa, numa perspectiva de combate às desigualdades”.

O autarca referiu ainda que “este projecto de intervenção social só é possível com a ajuda benemérita dos seus padrinhos que tornam mais fácil a vida destas famílias. O Município, elogia a meritória acção dos Lions de Cantanhede assim como agradece e enaltece os padrinhos pela sua generosidade, pelo facto de se terem associado a esta causa, pois sem o contributo de todos, não seria possível dar continuidade deste projecto”.