Banco de Leite de Cantanhede faz balanço positivo da sua actividade

Teve lugar no salão da Casa Francisco Pinto do Município de Cantanhede a reunião de balanço do trabalho desenvolvido em 2015 pelo Banco de Leite, uma iniciativa do Lions Clube de Cantanhede. A reunião serviu ainda como palco para a assinatura dos protocolos dos padrinhos do Banco do Leite.

Para além de Olga Alves, responsável do Lions Club de Cantanhede, esteve também presente na reunião, em representação do Município, o Vereador da Acção Social e Solidariedade, Pedro Cardoso.

O autarca referiu a importância deste projecto social, referindo que o mesmo resulta da “visão integrada do trabalho de acção social e da união de esforços como a forma mais eficaz e eficiente de poder ajudar os que se encontram numa situação de vulnerabilidade social”.

Pedro Cardoso felicitou “o gesto de solidariedade dos padrinhos que contribuem para criar mais uma resposta específica na área alimentar: a doação de leite para crianças dos 0 aos 6 anos, pertencentes a famílias carenciadas do concelho de Cantanhede. Pequenos gestos que fazem a diferença”.

O Banco do Leite, que funciona no Banco de Recursos Colmeia, é uma iniciativa do Lions Clube de Cantanhede que, conjuntamente com o Município de Cantanhede, as instituições que integram o Conselho Local de Acção Social, e os padrinhos, se propuseram desenvolver, com o objectivo de contribuir para a melhoria das condições de vida das crianças dos 0 aos 6 anos, oriundas de famílias carenciadas, um projecto que resulta na atribuição de leite, essencial à sua alimentação, recorrendo, para o efeito, a dádivas da comunidade – entidades públicas e privadas, empresas, bancos, farmácias e cidadãos do concelho.

Desta forma, durante o ano de 2015, o Banco de Leite apoiou 31 crianças com 3.088 litros de leite pasteurizado, 9 bebés com 74 embalagens de leite em pó e 3 crianças com 8 pacotes de papa. Para alcançar estes resultados, o Lions Clube de Cantanhede contou com a colaboração de 16 padrinhos, entre os quais farmácias, empresas, bancos, juntas de Freguesia e cidadãos anónimos.

Dos donativos dos padrinhos foi possível alcançar um valor de 1.216,30 euros em dinheiro, sendo que algumas farmácias doaram em géneros (leite em pó).

Contudo e para a manutenção desta resposta social, o Lions Clube de Cantanhede desenvolveu outros eventos de angariação de donativos, o que permitiu juntar um total de 1.840,00 euros.

O gesto de solidariedade por parte de várias entidades, o apadrinhamento e a realização de eventos foram o mote para a manutenção da resposta social e solidária do Banco de Leite do Lions Clube de Cantanhede, que neste ano de 2016 vai continuar a ajudar 23 crianças e 7 bebés, contando para isso com o apoio directo de 14 padrinhos e de três farmácias.

O processo de seleção das famílias beneficiárias do Banco de Leite, com crianças dos 0 aos 6, tem o apoio do Serviço Municipal de Acção Social, mantendo a reserva das famílias, numa visão integrada de rentabilização de recursos concelhia, com incidência nas crianças em perigo.

“O Município continua a ter um papel importante por permitir esta possibilidade de parceria com o Banco de Recursos Colmeia, uma mais-valia sem a qual era muito mais difícil trabalhar, uma vez que torna mais justa a análise social das muitas centenas de processos que recebemos e que permite não deixar ninguém de fora e priorizar as situações para depois chegar às famílias que revelam maior vulnerabilidade económica e social”, sublinhou Olga Alves.

A representante dos Lions aproveitou ainda a ocasião para agradecer aos padrinhos pela “generosidade e pelo facto de se terem associado a esta causa, pois sem o contributo de todos não seria possível dar continuidade a este projecto”.