AEC com candidatura aprovada à formação

A Associação  Empresarial de Cantanhede (AEC), enquanto entidade activa e dinamizadora de actividades que, de forma qualitativa, “contribuíram para a elevação global do nível de qualificação dos activos da nossa região”, submeteu uma candidatura à formação Modelar  junto do POISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego.

“A nossa actividade tem sido reconhecida pela entidade gestora dos programas formativos, o que se tem traduzido por aprovações de Planos/Projectos a diversas medidas, o que comprova a eficiência e eficácia de todo o trabalho realizado”, refere a AEC numa nota enviada ao AuriNegra.

A actividade formativa da Associação teve início em 1999 e, desde então, já foi realizado um número bastante significativo de horas de formação, direccionadas a trabalhadores de empresas associadas, tendose obtido taxas de execução elevadas.

Neste âmbito, a AEC recebeu recentemente a aprovação da sua candidatura a formação Modelar Certificada, destinada a activos de empresas associadas.

Os cursos, a ministrar em 2017 e 2018, serão variados e vão desde a informática, às línguas, passando pela gestão, comércio,  entre outros.

No total, estão previstos 34 cursos, destinados a 612 formandos, num volume total de 15.300 horas de formação.  A formação, financiada a 100%, será organizada a partir do catálogo nacional das qualificações e também pode entrar para o relatório Único.

As áreas abrangidas são as seguintes:

  • 521 – Metalurgia e metalomecânica
  • 524 – Tecnologia dos processos químicos
  • 347 – Enquadramento nas organizações
  • 582 – Construção Civil e Engenharia
  • 523- Eletrónica e automação
  • 481- Ciências Informáticas
  • 341 – Comércio
  • 346 – Secretariado e Trabalho Administrativo
  • 762 – Trabalho Social e orientação
  • 345 – Gestão e Administração
  • 861 – Proteção de Pessoas e bens
  • 541 -Industrias Alimentares
  • 811 – Hotelaria e restauração