Adega de Cantanhede distinguida pela revista Paixão pelo Vinho

No dia 14 de Janeiro, a Revista Paixão pelo Vinho comemorou o seu 10.º Aniversário numa gala que aconteceu no Casino da Figueira da Foz e que serviu para distinguir “profissionais, empresas e entidades que se destacaram, conquistando-nos pela ‘paixão’ que empenharam em cada projecto de vinhos, gastronomia, turismo e inovação.”

Os prémios dividiram-se em 20 categorias, tendo cabido à Adega de Cantanhede a distinção na categoria “Adega Cooperativa”.

Numa nota publicada no Facebook, a ACC refere que “o leque de dez nomeados honrava o sector cooperativo, distinguindo, de Norte a Sul, excelentes exemplos de Adegas que têm trilhado um caminho e pautado as suas estratégias pela defesa das suas regiões, apostando na qualidade que só se alcança quando colocamos ‘paixão’ em tudo o que fazemos e, como tal, é uma enorme honra e uma não menor responsabilidade receber a distinção nesta categoria”.

“Queremos aqui agradecer a todos quantos, de uma forma directa ou indirecta, têm sido parceiros nesta jornada: Associados, Colaboradores, Clientes, Fornecedores e entidades privadas e públicas do sector vitivinícola. Estão, também eles, todos de parabéns, pois é também deles o mérito destas conquistas”, refere a Adega de Cantanhede na rede social.

Na mesma gala, Osvaldo Amado, enólogo chefe da instituição cantanhedense, foi distinguido como Enólogo de Mérito. A revista entregou também os Prémios Excelência a todos os vinhos que ao longo do ano 2016 receberam pontuação igual ou superior a 18 valores. No caso da Adega de Cantanhede, o produtor com maior número de distinções, os galardoados foram o Espumante Marquês de Marialva Cuvée 2011; o Tinto Foral de Cantanhede Baga Grande Reserva 2009 – Gold Edition, o Branco Marquês de Marialva Arinto Grande Reserva 2013 e o Tinto 2221 Terroir Cantanhede – um prémio partilhado com as Caves São João, pois este é um néctar que nasceu a “duas mãos”.