Adega de Cantanhede dedica dia aos Associados

O dia 18 de Novembro foi de festa para os associados da Adega Cooperativa de Cantanhede, que se reuniram para mais uma edição do Encontro Anual Dia do Associado, que este ano contou com a presença de um membro do Governo. O Ministro da Agricultura, Florestas e do Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, acedeu ao convite da ACC e participou quer na sessão formativa quer no almoço.

Com efeito, durante toda a manhã, foram várias as dezenas de associados que foram chegando à sessão, que contou com a intervenção de Mário Louro, enólogo com várias décadas de carreira e que falou sobre o seu percurso, sempre ligado ao vinho.

Antes, Victor Damião, Presidente da ACC, deu as boas-vindas aos associados da cooperativa, recordando que aquele é um dia dedicado a eles. “Sem vocês e as vossas uvas, a adega não existia, por isso queremos recordar que a vossa colaboração é muito importante”.

Durante o seu discurso, o dirigente destacou, mais uma vez, que a ACC “é o maior produtor de vinho da Bairrada, tendo figurado, em 2015, na lista dos 100 melhores produtores de vinho”.

Também presente, a Presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, Helena Teodósio, elogiou o trabalho efectuado pela cooperativa, garantido que a CMC tem “todo o interesse em continuar a cooperar com a Adega, sob forma de um compromisso quanto a projectos em que se considere útil a participação da autarquia, alguns dos quais já estão aliás a ser equacionados conjuntamente”.

“Sei que a colheita deste ano foi particularmente boa, quer em termos de quantidade, quer ao nível da qualidade, o que, creio, abre excelentes perspectivas de continuidade para outras grandes colheitas de medalhas como as conquistadas este ano”, frisou.

Aproveitando a presença de Capoulas Santos, a autarca falou sobre os apoios, relativos às perdas provocadas pelos incêndios de 15 de Outubro. “Estamos a acompanhar de perto as medidas que o Governo está a implementar neste domínio e alimentamos a expectativa de que o Governo será sensível às preocupações e sugestões enviadas pelo Conselho Intermunicipal da Região de Coimbra”, partilhou Helena Teodósio. E Capoulas Santos respondeu, afirmando que as candidaturas aos apoios já estão abertas. “O nosso objectivo é conseguir distribuir os apoios ainda em Dezembro, e se possível, antes do Natal”.

Sobre a Adega de Cantanhede, o governante recordou que esta foi a segunda vez que a visitou. “A primeira foi há muito anos, também enquanto Ministro. Cantanhede tem para mim um encanto especial, porque é o apelido de família da minha avó materna”, partilhou, acrescentando que a ACC é um “óptimo exemplo para o País porque leva o nome de Portugal pelo mundo fora e porque tem o mérito de quem gera e dos produtos que oferece”.

Distinções em dia de festa

O Dia do Associado da Adega Cooperativa de Cantanhede é, para além de um momento de convívio, também um momento de homenagens. Deste modo, e como tem vindo a ser hábito, foi distinguida uma colaboradora da Adega de Cantanhede assim como um associado.

Maria Miguel Manão, responsável de Marketing, Vendas e Exportação da

 Adega foi homenageada como Funcionária do Ano “pela disponibilidade, dedicação e empenho ao serviço da Adega, ao longo de mais de dez anos”.

“Este é um reconhecimento que partilho com todos os que trabalham aqui e lidam comigo nos dias maus e nos dias bons”, referiu Maria Miguel Manão, prometendo continuar a levar os vinhos da Adega “cada vez mais longe”.

Já como associado do ano, a Adega de Cantanhede escolheu Adílio Marques Quinta, falecido no mês de Setembro. Com mais de 50 anos como sócio, a homenagem a título póstumo foi recebida pelo filho Américo Santos.